Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS
Beleza / Autoestima

Daiana Garbin reflete sobre inseguranças e aconselha: ''Permita ser imperfeita''

A jornalista relembrou suas inseguranças com a própria imagem e encorajou os seguidores a se amarem

CARAS Digital Publicado em 31/12/2020, às 15h17 - Atualizado às 15h33

Daiana Garbin reflete sobre inseguranças e aconselha os fãs - Reprodução/Instagram
Daiana Garbin reflete sobre inseguranças e aconselha os fãs - Reprodução/Instagram

Daiana Garbinusou suas redes sociais para fazer uma reflexão. 

A jornalista lembrou da época que sofria com a sua própria imagem e desabafou sobre as inseguranças que muitas pessoas sentem com o próprio corpo.

"Não conseguir gostar de si mesmo é um dos maiores sofrimentos que o ser humano pode vivenciar. É uma prisão. Superar esse sentimento é conquistar a liberdade. No entanto, esse pode ser um dos feitos mais complexos da vida. Eu, por exemplo, só parei de sentir vergonha de mim mesma aos 36 anos", relembrou ela.

A esposa de Tiago Leifertcontou que para começar a se aceitar precisou lidar com algumas questões. "Aprendi que não há necessidade de erguer muros e colocar máscaras para me proteger; percebi que poderia parar de me esconder e de me diminuir e apenas ser quem sou. Tive que aprender a responder perguntas como: Quem eu sou? Do que sinto tanta vergonha? E você? O que a aprisiona? Do que exatamente sente vergonha? Do seu corpo? Da sua voz? Da sua origem? Do jeito como se veste? De algo que você falou ou fez e se arrependeu? Da sua sexualidade? Dos seus desejos? Da sua fome? Dos seus “fracassos”?", revelou.

A jornalista, então, aproveitou a publicação para deixar um conselho aos seus seguidores que estão passando pelos mesmos problemas que ela já enfrentou. "Desejo que neste ano novo você se permita ser imperfeita, acolha as suas dores e tenha responsabilidade por seus desejos, atitudes e suas consequências. Lembre-se destas palavras: ter responsabilidade é ter respeito por você. Não é ódio por você, nem autopunição por sentir-se incapaz diante da vida. Autorresponsabilidade envolve autocompaixão, coragem e a responsabilidade de mudar porque você ama e respeita a si mesma. Feliz 2021", finalizou. Confira: