Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Conheça a plástica que elimina o excesso de pele nos braços e tira a flacidez

Até a musa fitness Jane Fonda já reclamou das "pelancas" do braço. Cirurgiã plástica fala sobre a dermolipectomia braquial, cirurgia deixa os braços lindos

Luiza Camargo Publicado em 03/06/2015, às 12h47 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Jane Fonda - Getty Images
Jane Fonda - Getty Images

Os braços são partes "complicadas" do corpo da mulher.  Todas gostam de mostrá-los quando usam vestidos e regatas, mas, o medo de vê-los molengas e "pelancudos", ou seja, com muita pele sobrando e frágeis, também assombram as representantes do sexo feminino de todas as idades.

Até Jane Fonda, ícone fitness desde os anos 80, viu sua personagem na série Grace and Frankie reclamar dos braços com excesso de pele.

A prova de que até a atriz, que sempre malhou muito, tem os braços "pelancudos" mostra que não é apenas exercício físico e alimentação saudável que podem solucionar o problema após uma certa idade.

Em entrevista à CARAS Digital, a Doutora Ivanoska Filgueira, cirurgiã plástica membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, revelou que é muito comum com o passar da idade, ou com a alternância frequente de peso, um excesso de pele na porção posterior do braço: “Por ser mais fina, essa camada de pele não contrai o suficiente após a perda e ganhos de peso ou com o avançar da idade.”

Segundo a especialista, a melhor opção para quem quer ter os braços fininhos é a dermolipectomia braquial, cirurgia indicada para retirar o excesso de pele, proporcionando um contorno do braço mais natural e menos flácido. A cirurgia não é complicada, mas é preciso ter muito cuidado no pós-operatório.

"O tipo de anestesia nesse procedimento é a local com sedação e o tempo de internação é de aproximadamente doze horas. No pós-operatório, não são indicados movimentos bruscos com os braços nos primeiros 30 dias, pois a cicatriz se encontra na axila e na parte de dentro dos braços.  Quanto menor a força realizada neste período, menor será o alargamento da cicatriz", indica Ivanoska.

O resultado definitivo da cirurgia, com os braços finos sem excesso de pele, aparece após 6 meses do procedimento.

"É o tempo necessário para a adaptação dos tecidos e amadurecimento da cicatriz, que pode demorar até 12 meses para clarear e ficar mais discreta", indica a médica.