Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Thais Fersoza relembra a sua dificuldade em amamentar

Thais Fersoza conta como lutou para conseguir amamentar a filha, Melinda

CARAS Digital Publicado em 05/06/2017, às 20h58 - Atualizado às 21h00

Melinda e Thais Fersoza - Manuela Scarpa / Brazil News
Melinda e Thais Fersoza - Manuela Scarpa / Brazil News

A atriz Thais Fersoza contou para seus seguidores como foi o seu período de amamentar a primeira filha, Melinda, fruto do casamento com Michel Teló. Ela contou que a herdeira mamou no peito até os 3 meses e meio de vida. A artista teve muita dificuldade para produzir leite e usou de diversas técnicas para prolongar a amamentação, mas não teve muito sucesso, indo para o leite em fórmula.

“Infelizmente, pra mim, a amamentação não foi uma coisa tão simples. Eu até fiquei um pouco frustrada, e cada vez que eu ficava mais frustrada, menos o leite descia. Eu fiz várias investidas, em várias coisas de chá, de medicamentos que me falaram que era bom para estimular, para poder produzir mais leite. Inclusive deixar a Melinda mamar bastante. Eu fiz tudo o que eu podia, cheguei no limite não só de exaustão, mas de machucar o próprio seio. Com o tempo, foi diminuindo. Não foi uma coisa que eu tive muito controle. Então eu acabei tendo que partir para a fórmula muito antes do que eu gostaria. Na verdade, a Melinda era muito preguiçosinha, deitava no peito e dormia. Uma coisa que eu cheguei a fazer e pouca gente conhecia na época é a relactação. E é muito bacana. São dois caninhos que coloca junto com o seio e o junta o seu leite para tentar estimular e alimentar o neném com seu próprio leite. Eu fiz tudo o que eu podia e eu consegui amamentar legal até 3 meses e pouco. Com quatro meses eu já tive que entrar com a fórmula e tive que entender e deixar de ser egoísta de querer eu amamentar ela sem ter como e partir para a fórmula para poder ela ganhar os nutrientes que precisava, engordar e ganhar peso. Então a minha experiência foi assim, eu achava delicioso sentir ela mamando, olhar ela mamando, era um momento incrível. Mas eu também descobri esse nosso momento, nosso olhar, de outra forma, mesmo sem conseguir amamentar pelo meu seio depois dos 3 meses e meio, quatro meses”, disse ela no vídeo.

Assista: