Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS
Bebê / fofura!

Temas, decorações e muita beleza: Veja como se inspirar nos quartinhos dos bebês das famosas

Flávia Viana e Camilla Camargo dão detalhes de como foi escolher com carinho as peças do quartinho de seus pequenos

Bruno Cominatto e Valentina Rosa Publicado em 21/05/2021, às 13h14 - Atualizado às 13h23

Flávia Viana e Camilla Camargo dão detalhes de como foi escolher com carinho as peças do quartinho de seus pequenos - Reprodução/Instagram/YouTube
Flávia Viana e Camilla Camargo dão detalhes de como foi escolher com carinho as peças do quartinho de seus pequenos - Reprodução/Instagram/YouTube

Montar o quartinho do filho pode ser um trabalho e tanto, ainda mais para mamães e papais de primeira viagem. Pensando nisso, a CARAS Digital conversou com Flávia Viana (37), mãe de Sabrina (19) e Gabriel (8 meses), e Camilla Camargo (35), mãe de Joaquim (1) e Júlia (2 meses) para que você tenha uma ajudinha na hora de arrumar o cantinho tão especial, contando com a experiência pessoal de cada uma. Caso ainda sobrem dúvidas, falamos também com a arquiteta May Lee Chaves, que esclarece algumas tendências e dá dicas muito úteis.

Segundo a decoradora, a parte principal do processo é decidir um tema que consiga unir estética e conforto. “Há muitas ideias de temas para quarto de bebê, é até difícil de se escolher um deles, mas, depois de uma escolha feita, tudo fica mais simples: a definição da paleta de cores, as texturas, estampas e peças decorativas”, explicou. “Um quarto de bebê deve ser funcional com mobiliário adequado e seguro, um berço certificado que garanta que as barras são resistentes, com as medidas corretas e que a pintura seja atóxica, um trocador… Ambos deverão estar longe de janelas, para evitar que o bebê pegue vento ou friagem”, completou.

Pode parecer difícil a princípio, mas, de acordo com a mamãe coruja Flávia Viana, é um processo muito gratificante: “Foi um sonho mesmo, sabe? A minha primeira gestação (da Sabrina), eu tinha 18 anos e a situação foi bem difícil, pois eu fui mãe e pai. Não consegui montar quartinho pra ela, minha família se juntou para comprar o bercinho, e não falo isso com tristeza não, mas com uma gratidão incrível! Foi o que me deu forças para trabalhar dia e noite e batalhar por um futuro melhor. E conseguimos. Poder montar um quartinho para o Gabriel do jeitinho que sonhamos foi um momento único e inesquecível” 

Ela e o parceiro, Marcelo Zangrandi (35), decidiram juntos um tema super especial para o filho, Fazendinha, já que o casal começou seu relacionamento durante o reality A Fazenda,da RecordTV, em 2017. “O tema fazendinha foi unânime, o Gabs aconteceu por causa da nossa união lá na Fazenda e quisemos eternizar esse momento”, afirmou. “Fomos decidindo juntos, criando cada espacinho, pensávamos cada hora em uma coisa e mandamos para nossa arquiteta Rebeca Sousa que foi lá e executou exatamente o que criamos juntos. Foi uma equipe”, completou ela, que contou com muita ajuda do amado em todo o processo. 

No caso de Camilla Camargo e Leonardo Lessa (42), pais de dois bebezinhos que são verdadeiras sensações da web, montar ambos os quartos foi um processo tranquilo. “Sempre é uma delícia. Me senti voltando no tempo e resgatando temas que geram aconchego. Pensar em cada detalhe tendo a oportunidade de dar um quarto a um filho é muito gratificante”, declarou a mamãe. O objetivo da atriz com o cômodo foi simples: “Conforto para os meus filhos. Queria que eles se sentissem acolhidos e felizes ali”.

Nesse pensamento, não sobrou espaço para indecisão. “Para ambos, queria temas que me encantassem e também não queria aquela história de azul para menino e rosa para menina, queria fugir do óbvio”, relatou ela. Por isso, na hora de pensar nas temáticas, Camilla se inspirou nas coisas que mais gosta. “Do Joaquim, queria algo ligado ao céu, pois sempre gostei de estrelas, planetas, e o da Julia, sempre fui fascinada com fundo do mar e principalmente golfinhos, então sempre soube que teria esse tema para algum filho um dia! Tenho até tatuagem de golfinho!”, contou. 

Segundo a arquiteta May Lee, é comum os pais exagerarem na hora da decoração e da mobília, mas isso não pode se transformar num problema. “Eles costumam se empolgar com a variedade de opções de objetos e brinquedos que existem no mercado e que eles gostariam que fizessem parte da decoração do quarto do filho. Temos que impor esse limite para não poluir ou carregar o ambiente”, contou. Conforme diz a especialista, não é preciso muito. “O tamanho do quarto para que seja considerado saudável deverá acomodar confortavelmente o berço, uma cômoda e a cadeira de amamentação”, acrescentou.

Ambas as mamães, mesmo com experiências diferentes, tem a mesma conclusão: praticidade e conforto. Para Flávia, “a dica é pensar se o quartinho atenderá as suas necessidades, casar a beleza com a sua realidade, porque, senão, fica um quarto lindo, mas que não atende”. Já Camilla pediu para os pais “escutarem o coração, mas pensarem em coisas práticas e funcionais. Pensa que seu filho tem que se sentir bem lá, tem que ter aconchego, mas precisa facilitar também a sua vida no dia a dia”.

Por fim, May Lee ressalta a importância de, antes de tudo, o quarto ter conforto, aconchego e praticidade, sempre se adequando à idade do pequeno: “O quartinho do bebê deve ser projetado para dar maior aconchego e conforto para o bebê e sua mãe. Nessa ocasião, ele é totalmente dependente dela e o quarto deve ser o mais prático possível. Já as crianças maiores, já estão descobrindo seus espaços, exercitam a criatividade, para eles é melhor pensarmos em móveis que sejam adequados para sua altura que possam usar sozinhos, dando maior autonomia. Criar espaços multiúso, pedir a opinião e estimular a participação dos pequenos na decoração também é muito importante”.