Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Presença do pai na hora do parto é boa para a gestante? Descubra!

Kanye West não vai estar ao lado de Kim Kardashian na sala de parto. Médica afirma que presença do homem fortalece o vínculo com a mãe e com o bebê. Confira as dicas da especialista!

Luiza Camargo Publicado em 06/06/2013, às 14h53 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Kim não vai contar com a ajuda do namorado Kanye West na hora que entrar em  trabalho de parto - Shutterstock/Getty Images
Kim não vai contar com a ajuda do namorado Kanye West na hora que entrar em trabalho de parto - Shutterstock/Getty Images

Kim Kardashian, que vai dar à luz a sua primeira filha em julho, não vai poder contar com a presença do namorado Kanye West na sala de parto. Segundo a revista americana In Touch, o rapper não gosta de ver sangue e tem medo de ficar nervoso com a situação e desmaiar, preferindo ficar de fora do procedimento.

Crianças imitam o comportamento dos pais. Saiba como dar um bom exemplo

Todavia, existem homens que fazem questão de ficar ao lado da amada neste momento importante da vida.  Segundo a ginecologista obstetra Barbara Murayama, a presença do pai na sala de parto é importante para a mulher e para o bebê: “A mãe fica mais tranquila de ter alguém conhecido por perto. O ideal é que seja o pai, já que isso amplia o vínculo de parceria entre eles. Para o bebê a presença dele também é importante, já que aquele será o primeiro contato pele com pele dos dois. Esse vínculo que se cria neste momento entre os três é muito forte”.

Atestados médicos de filhos doentes: funcionam para faltar no trabalho?

A função deles na hora também é essencial para ajudar no relaxamento da gestante, declara a obstetra: “ele não está lá apenas para observar. O marido é parte ativa do processo, tem tarefas, ajuda nos exercícios propostos, massageia para aliviar as dores e auxilia no bom andamento do trabalho de parto. Se ele for bem orientado, colocado no local correto, ao lado da mãe, não há motivo para desconforto”.

Que frio! Veja os filhos de famosos que usam gorros

Em Amor à Vida, o protagonista Bruno (Malvino Salvador) acompanhou a amada Luana (Gabriela Duarte) na sala de parto e a viu morrer logo após dar à luz. Em gestações de risco, como esta apresentada na novela, a recomendação é outra: “em alguns casos de extrema emergência e risco de vida para mãe ou o bebê, pode ser necessário que se retire o pai para que toda a equipe tenha atenção voltada para os cuidados da mãe e bebê”, diz a especialista.

'Amor à Vida': saiba quais são as principais causas de morte no parto

Mas a ajuda do pai não é apenas na hora do parto. Esse processo tem que começar muito antes, no início da gestação: “para ficar tranquilo na hora do parto,  ele deve ler sobre o assunto, participar das consultas de pré-natal sempre que possível, esclarecer dúvidas, visitar a maternidade que os dois pretendem ter o bebê, saber se naquela maternidade é permitida a entrada do marido na sala de parto e se há alguma restrição ou recomendação, afirma a médica.