CARAS Brasil
Busca
Facebook CARAS BrasilTwitter CARAS BrasilInstagram CARAS BrasilYoutube CARAS BrasilTiktok CARAS BrasilSpotify CARAS Brasil
Bebê / Maternidade

Mel Fronckowiak lembra como revelou gravidez para a filha: "Foi a primeira"

Mel Fronckowiak e Rodrigo Santoro estão à espera do segundo filho. Os pais de Nina pensaram em uma forma especial de contar a novidade para a menina

Mel Fronckowiak - Foto: Reprodução/Instagram
Mel Fronckowiak - Foto: Reprodução/Instagram

A apresentadora Mel Fronckowiak e o ator Rodrigo Santoro estão à espera do segundo filho. Os dois já são pais de Nina, de seis anos, pensaram em uma forma especial de contar para a menina que ela irá ter um irmão. E nesta quinta-feira, 18, a atriz contou como foi o momento.

Ela explicou que já conversava sobre isso com a família e como acredita que o assunto deve ser tratado.  "Uma coisa que a gente instituiu aqui desde muito cedo quando a nossa filha pedia por um irmão ou por uma irmã foi tirar a responsabilidade dela e dizer que essa não é uma decisão dela".

Que completou: "Se a gente decidir ter mais um filho, por consequência, ela irá ganhar um irmão ou irmã. Acho que isso tira o peso muito grande de uma criança e também faz a gente pensar qual o propósito de um segundo filho".

Momento especial

Em seguida, contou que a filha foi a primeira pessoa da família a saber da notícia. "A gente tentou fazer de uma forma especial quando a gente deu a notícia para ela, a gente fez uma cesta de café da manhã, mandei fazer uma camiseta escrita 'irmã mais velha'. Ela foi a primeira pessoa a ficar sabendo depois da médica".

"Com essa camiseta, a gente deu a notícia para muitas pessoas, porque ela vinha com a camiseta. Isso funcionou para ela se sentir parte do processo e, depois de um tempo, ela ficou cansada e não queria mais dar a notícia, e a gente respeitou", relembrou a apresentadora.

Além disso, o casal quer incluir a pequena nos cuidados com o recém-nascido. Por isso, Nuna vai dar o primeiro banho na criança e trocar a primeira fralda. "Isso faz diferença para eles se sentirem participantes do processo", defendeu Mel Fronckowiak.