Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Mãe sarada: confira 7 dicas para ser uma grávida saudável!

Ginecologista obstetra afirma que amamentação ajuda a emagrecer e que bebida alcoólica deve ser evitada na gestação. Veja o que é mito e esclareça as dúvidas mais comuns da gravidez!

Luiza Camargo Publicado em 15/05/2014, às 18h34 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Mãe sarada - Shutterstock
Mãe sarada - Shutterstock

A gravidez é um dos períodos mais bonitos e emocionantes da vida da mulher. Contudo, as “mães de primeira viagem” podem ficar com medo e ansiosas com as novidades que a gestação apresenta ao corpo da mulher: “Vou conseguir ficar magra de novo? E "devo comer por dois' para deixar o bebê forte?" São apenas algumas das dúvidas das grávidas “desesperadas”.

Em entrevista à CARAS Digital, o ginecologista obstetra Fábio Passos esclarece alguns mitos e dúvidas mais comuns sobre a saúde da grávida e do bebê. Confira!

+ Giovanna Antonelli e Juliana Paes optaram pelo parto cesárea. Veja os benefícios e os riscos

+ Emagrecer depois da gravidez: Veja em quanto tempo as famosas perderam os quilos conquistados na gestação!

1- Amamentação: ela ajuda a emagrecer? É boa para a saúde do bebê?
Sim. A amamentação é fundamental para o bebê. O leite materno tem a função de alimento, hidratação e imunidade para o bebê, já que anticorpos maternos (do tipo IgA) passam pelo leite. A perda de peso é característica do puerpério, ou seja, o período pós- parto. Mas a amamentação também aumenta o gasto calórico, ajudando na perda de peso.

2- Qual é o melhor tipo de parto? A cesariana ou o normal? Por qual motivo?
Depende. Essa pergunta talvez seja comparada a "quem foi melhor: Pelé ou Maradona". Haverá sempre quem defenda um ou outro. Hoje se discute muito a importância dos dois tipos de parto e o respeito à autonomia da paciente, buscando respeitá-la na escolha da via de parto e em proporcionar o ambiente mais confortável e acolhedor em quaisquer das circunstâncias.

3- Grávidas podem consumir bebida alcoólica? Tem um prazo máximo da gestação em que ela pode ou durante nenhum período?
Não.O álcool, no passado já descrito até como remédio contra parto prematuro, hoje não encontra respaldo ou dose aceitável para sua utilização. Seu consumo deve ser evitado durante a gestação, em qualquer período.

4- Grávidas podem tingir o cabelo? É prejudicial à saúde da crianças alguma tintura?
Sim. No passado as tinturas eram fabricadas com metais pesados (chumbo e mercúrio). Hoje suas composições são isentas dessas substâncias, não havendo relato significativo de prejuízo na sua utilização. 

5- Se os desejos da grávida não forem realizados, a criança pode nascer com algum sinal?
Não. Se os desejos de uma grávida não forem atendidos pode originar uma briga entre os pais (risos), mas nenhum sinal clinico aparecerá na criança. Frutas fora de época são até fáceis de atender, mas jaca mole às 3h da manhã realmente não é fácil. Importante: atenção com as compulsões por gelo - elas podem representar anemia materna.

6- É recomendável que a mulher coma muito, “por dois” para que o bebê nasça saudável?
Não. A mulher deve se alimentar pra uma gestante e não "para duas pessoas". E, de preferência, em porções fracionadas ao longo do dia. O consumo excessivo de alimentos, principalmente com alto índice glicêmico, é o primeiro passo para um Diabete Gestacional, que pode gerar uma criança com peso excessivo e outros problemas neonatais. É importante um bom acompanhamento nutricional, de preferência com nutricionista durante a gravidez.

7- Exercícios físicos durante a gravidez fazem mal?
Só fazem bem. O repouso é uma grande controvérsia, mesmo em casos de sangramento ou dor em cólica. Se a gestação está bem, a atividade física só fará bem, dando preferências para as atividades de baixo impacto. Atividades como yoga e pilates também auxiliam no tratamento de dores musculares, principalmente na região lombar e no preparo do corpo para o parto.