Bebê Bebê a bordo

Gravidíssima, Mayra Cardi explica a razão de não dar à luz nos Estados Unidos

Em seu nono mês de gestação, a coach explicou o porquê de voltar ao Brasil e revelou a sua ansiedade com o nascimento de Sophia

segunda 10 setembro, 2018
Mayra Cardi
Mayra Cardi Instagram/Reprodução

Na contagem regressiva para o nascimento de Sophia, Mayra Cardi usou as redes sociais para explicar sua decisão de conceber a sua filha com Arthur Aguiar no Brasil.

No Stories do Instagram, a coach declarou que já morou nos Estados Unidos e que, apesar de ter passado pelo país há poucos dias, decidiu voltar para a sua terra natal às vésperas de dar à luz.

Mais Notícias

"Todo mundo está me perguntando por que eu não tive a Sophia nos Estados Unidos, já que eu fui agora com 9 meses pra lá. Eu vou explicar: as pessoas normalmente vão para os Estados Unidos ter filho pra facilitar a vida dele no futuro. Caso queira morar nos Estados Unidos, ele já vai ter os documentos", explicou ela.

"Eu morei seis anos nos Estados Unidos. Não tenho dificuldade de entrar no país, eu morei lá por esses anos da maneira correta, tudo dentro da lei. Não só tenho os vistos necessários para morar e viver lá, como eu também tenho o passaporte e a cidadania de outros lugares também, por conta da minha família. Tudo isso facilita a minha entrada e a minha  saída do país quantas vezes eu quiser, da melhor maneira possível, até mesmo por ter morado um tempo lá, ter pago os impostos tudo direitinho. Eu sou interessante, digamos assim, para o país [...] Então essa facilidade que eu tenho obviamente passa para a minha filha, passa para o meu marido e, obviamente, ele já tem essas portas abertas por conta disso", afirmou a musa fitness, que também pontuou outra razão de voltar para ter Sophia.

"Eu moro no Brasil, minha casa é aqui, minha família é daqui. Eu acho que, quando a gente tem um filho, não tem nada melhor do que a gente se sentir em casa", afirmou. "Então eu levei em conta vários outros fatores, inclusive que, por mais que o nosso país não seja hoje o melhor lugar para morar, por segurança e por outras questões, eu tenho muito orgulho de ser brasileira e eu gostaria que a minha filha fosse brasileira também. Eu particularmente não acho interessante que eu não tenha uma filha brasileira. Então eu escolhi ter a minha filha aqui, no meu país, com as minhas raízes e origens, no meu conforto, com as pessoas que eu amo, no lugar que eu nasci, e é por isso que eu voltei", disse a mamãe, que já está em alerta para o nascimento da herdeira.

"Voltei no último minuto do segundo tempo, porque a partir do dia 15 ela pode nascer a qualquer momento, ou seja, agora, nesta semana. Estamos na espera, mas pode demorar, do dia 15 ao dia 15, praticamente. Eu estou com 9 meses, mas eu tenho até o final dos 9 meses para que ela nasça", contou Mayra.

por CARAS Digital
Atualizado segunda 10 setembro, 2018 (306584) | 23/01/2019 20:42:56

Mais conteúdo sobre:

CARAS Recomenda

  1. Evolução da sífilis: quando se deve buscar ajuda?
  2. Sífilis na gestação e sífilis congênita
  3. A sífilis assusta, mas a infecção tem cura!
  4. Saiba tudo sobre a prevenção da sífilis!

Receba em Casa

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  1. 1 Em clique diferente, Isis Valverde reflete sobre a vida
  2. 2 Diretor de Bohemian Rhapsody acusado de estuprar adolescente
  3. 3 Andressa Suita enfrenta imprevisto no jatinho: ''Choque''
  4. 4 Solteirão no pedaço! George Clooney termina casamento
  5. 5 Príncipe William aparece com sapato furado e vira chacota
  6. 6 Indisposta, Mileide Mihaile desabafa na web sobre doença
  7. 7 Confira os lançamentos da Netflix para fevereiro
  8. 8 Após episódio de homofobia, Nego do Borel cancela DVD
  9. 9 Pedro Leonardo comemora aniversário da caçula com festão
  10. 10 Ex-namorada de Caio Junqueira lamenta morte do ator