Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Maternidade serena de Flávia Monteiro: "Brinco de boneca"

Parto não sai como atriz sonhava, mas chegada de Sophia traz paz e amor

CARAS Publicado em 09/09/2015, às 18h10 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

A atriz conta que está feliz por ter perdido os 8kg ganhos na gestação — está com 46kg em 1,59m. - Renata Xavier
A atriz conta que está feliz por ter perdido os 8kg ganhos na gestação — está com 46kg em 1,59m. - Renata Xavier

O nascimento da primeira filha, Sophia, há dois meses, coroou o queFlávia Monteiro (43) define como a fase mais serena da sua vida. “A maternidade é uma experiência para a qual a mulher precisa estar inteira”, analisa a atriz.

Ao lado do marido, o empresário Avner Saragossy (50), ela entrega-se aos encantos da criança. Cada gracinha da menina, cheia de dobrinhas e cabeluda, é motivo para Flávia suspirar encantada. “Ela é gostosinha, mas tem personalidade, resmunga. Se não cuidarmos, vai ser mandona! Vou cortar as asinhas dela logo agora”, diz a atriz, que não perde o bom humor nem a disposição, mesmo com as madrugadas em claro. “Acordo feliz para dar de mamar e trocar fraldas. A vida fica mais bela com um filho”, garante ela, sem traumas, apesar do exaustivo processo que viveu para dar à luz Sophia.

Flávia passou 22 horas tentando ter a filha de parto normal, porém, um edema formado no colo do útero mudou os planos dos médicos para uma cesariana. “O edema obstruiu a passagem dela. Fiquei um pouco chateada, pois gostaria de ter tido normal. O importante é que Sophia não sofreu no seu nascimento”, garante a atriz, que através da CordCell coletou células-tronco do cordão umbilical da filha.

Arrepende-se de não ter tido filho antes?
Não seria a mãe que sou hoje lá atrás. Estou com a cabeça diferente. Ficar em casa cuidando da minha filha não é perda de tempo. Mais velha, você não reluta a encarar uma nova rotina.

O que sentiu quando segurou Sophia nos braços?
Foi amor à primeira vista... Desde a barriga, eu já sentia isso. E, a cada dia, aquele serzinho vem me conquistando mais e mais. É uma novidade diária. Não tem quem te ensine. É instintivo. Brinco de boneca.

E como Avner está se saindo com ela?
Nos intervalos das mamadas, ele sempre interage com Sophia. Meu marido tem um filho, o Pedro, que está com 18 anos. Então, tira de letra a mudança de rotina, esse primeiro momento do bebê. Avner está superprotetor. Um pai guardião.

Já conseguem ter um momento só para o casal?
Às vezes, dou uma fugidinha com meu marido. Conseguimos jantar fora porque temos uma babá, a Fafá, em casa. Mas tem de ser rápido por causa da mamada!

E quais as mudanças que vieram com a maternidade?
É intenso o sentimento que temos por um filho. Agora penso que não posso morrer porque tenho essa criança. Estou muito babona, mãe mais velha é assim.

Pensa em ter outros filhos?
A princípio, Sophia será filha única. Mas eu gostei da brincadeira, criança renova a gente. Se acontecer uma nova gravidez, não será programada. Não tenho problema em ter um outro bebê aos 45 anos.