Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Bebê / Gratidão!

Camila Monteiro celebra evolução dos filhos gêmeos, que nasceram de 7 meses: ''Milagres''

A influenciadora digital Camila Monteiro mostrou a evolução dos filhos gêmeos, Aurora e Noah, e falou sobre ter sido mãe de UTI

CARAS Digital Publicado em 09/02/2022, às 21h56

Camila Monteiro celebra evolução dos filhos gêmeos, que nasceram de 7 meses: ''Milagres'' - Reprodução/Instagram
Camila Monteiro celebra evolução dos filhos gêmeos, que nasceram de 7 meses: ''Milagres'' - Reprodução/Instagram

Camila Monteiro (28) dividiu com os seguidores das redes sociais algumas fotos da evolução dos filhos gêmeos, Aurora e Noah (2 meses).

Nesta quarta-feira, 9, a influenciadora digital compartilhou no Instagram uma montagem com a evolução dos bebês, que nasceram prematuros de 31 semanas.

Ao publicar as imagens, Camila afirmou que os gêmeos são um milagre. "Essa semana meus filhos completam 3 meses. Meus filhos nasceram de apenas 7 meses. Vendo as fotos deles e suas respectivas evoluções só consigo pensar em Jesus. Jesus é faz milagres todos os dias", começou. 

Em seguida, a influencer lamentou não ter curtido a gravidez como queria. "Eu não tive tempo de curtir a minha gestação até o final. Eu não tive o parto que eu queria. Eu não pude segurar os meus filhos pela primeira vez. Não pude dar o banho deles ou trocar as fraldas pela primeira vez também. Eu tive que ressignificar a minha dor, as minhas expectativas, mudar o meu 'eu' para que fossem 'ELES'", desabafou.

Camila também falou sobre ser "mãe de UTI" e afirmou que os filhos são fortes. "Ser mãe de UTI não é fácil, mas vejo que estive enganada sobre muitas coisas. Bebês de UTI são FORTES! Essa foi a primeira coisa que me falaram quando eu soube que eles teriam que ficar internados. Me disseram “eles dão um baile em muito adulto grande e saudável“, e era a mais pura verdade. Eles se adaptam. E não é fácil pra eles! Ficam em uma incubadora, muitas vezes choram, e suas mães não podem pegar no colo. Sofrem várias intervenções: picadas, exames invasivos, sala com muita luz, muito barulho."

"Nada foi como eu queria. E também nada foi como eles mereciam também. Mas Jesus tinha planos. Ah, Ele não faz nada à toa! Ele usou a mim e aos meus filhos para que fôssemos testemunhas de sua grandeza! Eis aqui, meus filhos, jorrando saúde, sem sequelas, e levando a vida normalmente em nossos braços quentinhos. Obrigada, Pai", finalizou. 

Confira as fotos de Aurora e Noah: