Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Atualidades / ENTENDA

Susana Werner x Julio Cesar: O que é abuso patrimonial?

Em entrevista à CARAS Brasil, especialista explica o caso de abuso patrimonial envolvendo Susana Werner e o ex-goleiro Julio Cesar

CARAS Brasil Publicado em 11/12/2023, às 15h00 - Atualizado em 12/12/2023, às 08h50

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
A atriz Susana Werner e o goleiro Julio Cesar - Foto: Reprodução
A atriz Susana Werner e o goleiro Julio Cesar - Foto: Reprodução

Pouco tempo após reatar o casamento de 21 anos com o ex-goleiro Julio Cesar (44), Susana Werner (46) anunciou a separação novamente. Neste domingo, 10, a atriz revelou que o ex-atleta a limitava financeiramente e fornecia uma espécie de "mesada", com valor estipulado por ele. O caso pode ser encarado como abuso patrimonial, entenda a seguir.

De acordo com o psicólogo Alexander Bez, o abuso patrimonial é uma ação de controle totalmente intencional. O especialista explica que, assim como no caso de Julio Cesar e Susana Werner, a situação mostra toxicicidade na relação e o desejo do controle de uma das partes pode atravessar a esfera financeira. Por isso, uma solução indicada é se afastar do abusador.

Ele também explica que há formas de se prevenir, antes que o abuso patrimonial aconteça. "[É pertinente] conhecer com quem está casando e como é essa relação com o dinheiro; é uma questão altamente observável."

Leia também: Amiga de Susana Werner já havia revelado momento de crise do casal; relembre

"A segunda é a pessoa ter as condições econômicas-financeiras antes de adentrar nesse tipo de relação. Assim, dessa maneira, não sofrerá pelos impactos dados pelo controle e pela 'tirania econômica' administrada na relação", acrescenta.

"A estrutura psicológica que molda uma relação de abuso patrimonial é o perpetrador ter um caráter sádico econômico, portanto imutável e impossível de controlar (mas podendo ser prevenido e/ou barrado quando a outra pessoa da relação tiver as mesmas condições financeiras)."

Bez explica que, apesar do abuso atingir mais as mulheres, o contrário também pode acontecer. "O que temos que levar em conta é a dimensão e a profundidade do caráter sádico econômico, independente do gênero. O abuso patrimonial pode ocorrer em qualquer situação conjugal-matrimonial."

Ele ainda diz que a situação pode acontecer também fora de relações conjugais, atingindo até mesmo pais e filhos. "Pode também ocorrer nas questões familiares. Mas, aí entram outras questões com mais perversidades ainda, porque estamos falando de laços sanguíneos."

"Em relação às questões familiares, pode haver muita inveja dos pais aos filhos (psicologicamente falando, é o Apocalipse Familiar), mas existe. Sendo responsável por esse controle econômico abusivo", completa o especialista.

Em entrevista ao portal LeoDias, Susana Werner contou o que enfrentou na relação. "Ele me dava um valor que achava justo nos cálculos dele. Eu sempre aceitei tudo pois o amava, mas de uns tempos para cá eu já estava esgotada. Sonhei o sonho dele a vida toda, agora é o momento de sonhar o meu também."

CONFIRA A PUBLICAÇÃO MAIS RECENTE DE SUSANA WERNER: