CARAS Brasil
Busca
Facebook CARAS BrasilTwitter CARAS BrasilInstagram CARAS BrasilYoutube CARAS BrasilTiktok CARAS BrasilSpotify CARAS Brasil
Atualidades / GENTE!

Por que marido de Walewska ainda não leu carta deixada pela ex-atleta?

Entenda por que marido de Walewska ainda não leu carta deixada pela ex-atleta; documento foi revelado pelos policiais

Gustavo Assumpção

por Gustavo Assumpção

gassumpcao@caras.com.br

Publicado em 27/09/2023, às 14h37

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Reprodução/ Instagram
Reprodução/ Instagram

Viúvo de Walewska, o corretor de imóveis Ricardo Mendes revelou nesta quarta-feira (27) porque ainda não leu a carta deixada pela ex-jogadora de vôlei. Ele contou que ainda não teve acesso ao documento e que ele segue em posse dos pais da ex-atleta. 

“Ainda não me entregaram a carta e nem o celular dela”, declarou ele em conversa com a colunista Fábia Oliveira, do 'Metrópoles'. No relato, ele ainda afirmou que está profundamente abalado e que segue sem sair de casa.

A revelação da carta foi realizada inda no boletim de ocorrência registrado após a morte.O boletim detalha que ela provavelmente ingeriu bebida alcoólica, vinho, e deixou “uma pasta com uma folha sulfite, onde foi feita uma carta que seria da vítima, aparentemente de despedida”.

O caso foi registrado pelo 78º Distrito Policial, nos Jardins. A queda teria acontecido às 18h09 e ela foi encontrada na sacada do apartamento do primeiro andar. Uma unidade de resgate foi chamada para prestar o socorro e os profissionais da saúde tentaram reanimá-la, mas a morte foi declarada no local. Ainda de acordo com o BO, o 17º andar do prédio é uma área de lazer e pode ser acessada pelos moradores por meio da biometria facial. Walewska entrou no local sozinha às 16h05.

Quem foi Walewska Oliveira?

A atleta Walewska Oliveira foi campeã olímpica em Pequim em 2008 e foi medalha de bronze em Sidney em 2000. Ela se despediu das quadras em 2022, quando jogada no time Praia Clube. Recentemente, ela lançou o livro Outras Redes sobre a sua trajetória e estava em fase de divulgação do projeto.

Walewska fez o seu primeiro teste para um time de vôlei aos 12 anos de idade e teve uma carreira de sucesso. Ela foi convocada para a Seleção Brasileira de Vôlei pela primeira vez em 1997, pelo técnico Bernardinho. Além dos títulos olímpicos, ela também foi ouro nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg, no Canadá, e conquistou a Superliga com o Praia Clube.