Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Atualidades / Bastidores

Motorista que atropelou Kayky Brito quer entrar para a política

O motorista Diones da Silva Coelho, que atropelou Kayky Brito, revela plano de entrar para a política do Rio de Janeiro nas próximas eleições

por Priscilla Comoti

pcomoti_colab@caras.com.br

Publicado em 02/12/2023, às 16h00 - Atualizado às 16h03

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Diones da Silva Coelho - Foto: Reprodução / Instagram
Diones da Silva Coelho - Foto: Reprodução / Instagram

O motorista Diones da Silva Coelho, que foi quem atropelou o ator Kayky Brito em setembro deste ano, contou que pretende entrar para a política. Em uma conversa com os fãs nas redes sociais, ele revelou que pretende se candidatar ao carga de vereador nas próximas eleições no Rio de Janeiro. 

"Sim, pretendo vir candidato nessa próxima eleição no Rio de Janeiro. É algo que já venho conversando com pessoas influentes, em off, né!? Mais para frente isso vai ser formalizado. Creio que tem muita coisa boa pra ser feita, para agregar pra gente que precisa. Muitas áreas que precisam ser melhoradas, pessoas que precisam ter voz e serem atendidas. Então, sim, eu pretendo. Mais para frente falarei mais sobre o assunto, quando estiver mais concreto", disse ele. 

Vale lembrar que Diones se transformou em influenciador digital depois da repercussão do acidente. Ele fez alguns conteúdos pagos por marcas nas redes sociais e também realizou uma harmonização facial, além de ter aumentado o seu número de seguidores.

Motorista revela troca de mensagens com Bruno De Luca

O motorista de aplicativo Diones Coelho, que foi quem atropelou Kayky Brito em setembro deste ano em uma avenida no Rio de Janeiro, revelou que recebeu uma ligação do apresentador Bruno De Luca após o acidente. Ele contou sobre o que os dois conversaram, já que Bruno é amigo de Kayky e estava com o ator na noite do acidente.

Nas redes sociais, Diones contou que Bruno pediu o seu contato para fazer a ligação e agradeceu pelo pedido de socorro dele para Kayky depois do atropelamento. "Ele me procurou no Instagram pedindo o meu número. E nessa ligação ele me agradeceu bastante em relação ao suporte que prestei ao amigo dele. Eu só fui um instrumento e agi como cidadão", disse ele. 

Então, o motorista contou que Bruno está abalado com as acusações que recebeu após não ter ido prestar socorro para Kayky. "Ele me falou que estava passando muito mal psicologicamente, com medo de sair, com medo das pessoas, com todo o ódio destilado na internet. Estou sentindo ele bem disposto em melhorar como pessoa. E isso é muito importante, da pessoa querer mudar. Estou percebendo isso ao longo das nossas conversas, estamos conversando há um tempo. Tudo que está saindo aí [na mídia] é com o consentimento dele", declarou. 

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!