CARAS Brasil
Busca
Facebook CARAS BrasilTwitter CARAS BrasilInstagram CARAS BrasilYoutube CARAS BrasilTiktok CARAS BrasilSpotify CARAS Brasil
Atualidades / EITA!

Modelo processa Festival de Cannes após atitude de segurança, diz site

A modelo ucraniana Sawa Pontyjska apresentou uma queixa legal contra os organizadores do Festival de Cinema de Cannes após agressão no tapete vermelho

A modelo ucraniana Sawa Pontyjska - Foto: Reprodução/Instagram
A modelo ucraniana Sawa Pontyjska - Foto: Reprodução/Instagram

A modelo ucraniana Sawa Pontyjska apresentou uma queixa legal contra os organizadores do Festival de Cinema de Cannes, alegando ter sido agredida por um segurança no tapete vermelho. Na última quinta-feira, 30, ela divulgou um vídeo onde aparece sendo contida por uma mulher que a impedia de entrar no cinema.

À BBC News, a modelo disse que foi  “brutalmente” contida ao tentar entrar no cinema com um ingresso para a estreia de Marcello Mio. Na gravação, compartilhada no dia 21 de maio, é possível ver a artista no topo da escadaria do Palais des Festivals, sendo barrada por uma segurança feminina que a segurava com ambos os braços. Sawa quase caiu antes de tentar descer as escadas, sendo então detida por mais seguranças e levada para dentro.

Pontyjska afirmou que recebeu um “abraço de urso” e ficou com medo. “Ela estava tentando me empurrar para dentro, para que ninguém pudesse ver o que ela estava fazendo comigo. Então ela me expulsou pela porta dos fundos".

Sawa afirmou em sua defesa que não estava fazendo nada de errado e, desde então, tentou contatar os organizadores para solicitar um pedido de desculpas, mas não obteve resposta. Ela pede 100 mil euros de indenização. Com informações da BBC News.

Kelly Rowland fala de briga com segurança em Cannes

A cantora Kelly Rowland também apareceu brigando com um segurança no  Festival de Cannes 2024. Em declaração à Associated Press, ela relatou o comportamento inadequado da funionária e disse que “a mulher sabe o que aconteceu, eu sei o que aconteceu”.

“Eu tenho limites e mantenho esses limites, e é isso”. Ela também contou que tinham “outras mulheres que compareceram àquele tapete que não se pareciam” com ela e “não foram repreendidas, empurradas ou mandadas sair”. Ela ainda disseo motivo do desentendimento. “Eu mantive minha posição e ela sentiu que precisava defender a dela”.