Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Atualidades / Tristeza

Mãe da jovem que morreu se pronuncia: ‘Não tinha problemas’

Mãe da jovem que morreu ao se encontrar com jogador de futebol fala sobre a saúde da filha antes da tragédia que tirou sua vida

por Priscilla Comoti

pcomoti_colab@caras.com.br

Publicado em 05/02/2024, às 13h30

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Lívia Gabrielle - Foto: Reprodução / Instagram
Lívia Gabrielle - Foto: Reprodução / Instagram

A mãe da jovem Lívia Gabrielle, que morreu aos 19 anos de idade após se encontrar com o jogador de futebol Dimas Cândido, se pronunciou sobre a morte da filha. Ela divulgou um depoimento sobre a saúde da filha antes da tragédia e garantiu que ela estava bem.

Infelizmente, eu perdi a minha filha assim, do nada. Ela não tinha nenhum problema de saúde nessa parte ginecológica. Nunca teve problema nenhum”, disse ela ao Fantástico, da Globo.

A morte de Lívia segue em investigação policial. A causa da morte foi revelada no atestado de óbito, que informou que a jovem sofreu uma ruptura no saco de Douglas, que é uma região entre o útero e o reto. Ela teve paradas cardíacas e não resistiu.

Os detalhes sobre o que levou à morte dela vão ser revelados em cerca de um mês com o resultado dos exames que foram feitos no IML. Lívia era estudante de enfermagem e conheceu Dimas por meio das redes sociais. Eles estavam conversando há alguns dias quando resolveram se encontrar no apartamento dele. Durante o ato sexual, ela desmaiou e ele chamou o Samu, mas ela faleceu no hospital.

O que é o saco de Douglas?

Lívia Gabrielle faleceu em decorrência da ruptura na região do Saco de Douglas, que fica entre o útero e o reto. Saiba mais sobre este problema:

De acordo com a ginecologista Yara Caldato, que é especializada em ginecologia regenerativa, funcional e estética, no Instituto Nutrindo Ideias/Belém, a ruptura no saco de Douglas pode, sim, levar ao óbito e esse rompimento pode acontecer na relação sexual. "Ela teve uma ruptura de uma região que se chama fundo do saco de Douglas que fica na vagina. Ela começou a sangrar e ela foi a óbito. E sim isso é possível de acontecer. Durante o meu período de residência médica, infelizmente, vi alguns casos. Não é algo comum, mas pode sim acontecer e a gente tem que tomar cuidado durante as relações sexuais e com algumas posições além do uso de alguns toys, aqueles brinquedos", disse ela.

E explicou mais sobre o saco de Douglas. "Então essa é uma região muito vascularizada, dependendo da posição que essa mulher está tendo relação sexual o pênis pode sim bater com um pouco mais de força ali dependendo de como está sendo essa relação ou o uso de alguns brinquedos de sex shop. O que que a gente precisa entender? Como é uma região muito vascularizada pode bater ali e sangrar bastante levando essa paciente a ter um choque mesmo e pode levar a óbito se ela não procurar atendimento logo porque a gente precisa rafiar, costurar essa região que foi lacerada, mas o que que uma notícia dessa nos traz de alerta? A relação sexual ela não pode ser dolorosa ela não é pra sangrar, então qualquer coisa que você começa a sentir muita dor ou tem um sangramento, pare a relação imediatamente e observe, procure um atendimento de urgência se for o caso. Infelizmente essas coisas acontecem pra nos servir de alerta", finalizou. 

O Saco de Douglas faz parte da anatomia ginecológica. Ali, os médicos fazem exames em casos de inflamações ou outras condições ginecológicas e também relacionados à saúde reprodutiva da mulher.