Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Atualidades / FORÇAS!

Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso publicam carta aberta após caso de racismo com os filhos

Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso compartilharam um texto nas redes sociais falando sobre o caso de racismo sofrido por seus filhos em Portugal

CARAS Digital Publicado em 01/08/2022, às 17h07

Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso publicam carta aberta após caso de racismo com os filhos - Reprodução/Instagram
Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso publicam carta aberta após caso de racismo com os filhos - Reprodução/Instagram

Giovanna Ewbank (35) e Bruno Gagliasso (40) se pronunciaram pela primeira vez nas redes sociais sobre o caso de racismo contra os filhos, Titi (9) e Bless (7), em Portugal no final de semana.

Os dois compartilharam uma carta aberta com fotos ao lado dos herdeiros e do caçula, Zyan (2), e comentaram que estão totalmente focados em se recuperar da situação.

"Aos amigos, seguidores, imprensa e a todos que nos mandaram mensagens, ligaram e nos apoiaram nesses dias... A gente vai ser o mais simples possível: nosso muito obrigado! Estamos cuidando dos nossos filhos, nos cuidando e tomando todas as providências possíveis. Somos conscientes de todos os nossos privilégios e sabemos (sabemos mesmo) que apenas por sermos brancos tivemos tamanha comoção", disseram.

O texto seguiu falando sobre o privilégio que eles tiveram diante da situação por serem pais brancos de filhos pretos. "Nós lutamos, nós choramos. E nós podemos gritar. Portanto, queremos, mais uma vez, lembrar que famílias pretas gritam todos os dias diante destes crimes e violências -verbais ou físicas. E muitas vezes famílias que se silenciam porque sabem que seu grito não é ouvido. Agora estamos com nossos filhos do lado – com todo o amor que podemos dar a eles – para que que eles saiam fortes perante o que viram e ouviram. Pedimos respeito a este momento pois o que gente ouviu dói na alma, mais que um soco. E dói em nossos filhos e em muita gente que vive isso o tempo inteiro, em todo o mundo".

Por fim, o casal afirmou que seguirá combatendo o racismo e ajudando na luta antirracista. "Seguiremos, serenos, com amor. E caminharemos deste nosso lugar de privilégio nos comprometendo a seguir combatendo ativamente na luta antirracista pois, mais uma vez: racismo é crime. Giovanna e Bruno", concluíram.

Confira o comunicado oficial da assessoria de imprensa de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank:

"Comunicamos que os filhos do casal Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso foram vítimas de racismo no restaurante Clássico Beach Club, na Costa da Caparica, em Portugal, neste sábado, dia 30 de julho, onde a família passa férias. Uma mulher branca, que passava na frente do restaurante, xingou, deliberadamente, não só Títi e Bless, mas também a uma família de turistas Angolanos que estavam no local - cerca de 15 pessoas negras. A criminosa pedia que eles saíssem do restaurante e voltassem para a África, entre outras absurdos proferidos às crianças, tais quais “pretos imundos”.

Confirmamos, conforme videos que já circulam no Brasil, que Giovanna reagiu e enfrentou a mulher, enquanto Bruno Gagliasso, seu marido, chamou a polícia. A mulher foi levada escoltada e presa. Informamos ainda que Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank prestarão queixa contra a racista formalmente na delegacia portuguesa. A Trigo Casa de Comunicação lamenta as agressões sofridas por Títi, Bless e os turistas angolanos e apoia integralmente as ações tomadas por Giovanna e Bruno. Racismo é crime".

Siga a CARAS no Helo e acompanhe nosso conteúdo!