Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Atualidades / Polêmica!

Gigi Hadid discute custódia exclusiva da filha com Zayn Malik em meio ao divórcio

Top-model Gigi Hadid entra com pedido de custódia exclusiva da filha após suposta agressão do cantor Zayn Malik contra a sogra

CARAS Digital Publicado em 04/11/2021, às 18h06 - Atualizado às 18h08

Gigi Hadid discute custódia exclusiva da filha com Zayn Malik em meio ao divórcio - Foto/Instagram
Gigi Hadid discute custódia exclusiva da filha com Zayn Malik em meio ao divórcio - Foto/Instagram

Tudo indica que a top-model Gigi Hadid (26) teria encontrado seus advogados para discutir a custódia de Khai(1), sua filha com o cantor Zayn Malik (28).

Segundo as informações da US Weekly, a reunião teria acontecido na semana passada, após a mãe da modelo, Yolanda Hadid (57), acusá-lo de agressão em meio a uma discussão.

Gigi Hadid discute custódia exclusiva da filha com Zayn Malik em meio ao divórcio:

"Gigi encontrou os advogados na semana passada. Ela também conversou com novos advogados que vão ajudá-la com as questões da custódia", afirmou a fonte ao site. 

Segundo o insider, a modelo "se recusa a correr qualquer risco" com a herdeira após a discussão de seu ex-parceiro com a sua mãe. “Ser mãe solo não incomoda Gigi. Ela acredita que é melhor criar Khai sozinha do que ficar presa em um relacionamento tóxico”, destacou o contato.

Ainda de acordo com a nota o ex-integrante do One Direction teria procurado "os melhores advogados que o dinheiro pode comprar" para evitar que a vontade da ex. “Não há chance de Zayn se afastar de Khai. Ele a ama de todo o coração", explicou a fonte.

Zayn Malik é declarado culpado após acusações de assédio contra Yolanda e Gigi Hadid:

De acordo com documentos obtidos pela revista e também pela People, Zayn e Yolanda teriam brigado na fazenda da família Hadid na Pensilvânia, no último dia 29 de setembro. Na ocasião, o cantor teria chamado a mãe da ex de diversos nomes e a empurrado-a contra uma cômoda.

O britânico foi condenado a 360 dias de liberdade condicional pelas acusações de assédio que recebeu. Além disso, ele deverá fazer aulas de controle da raiva, passar por um programa de violência doméstica e não poderá ter contato com Yolanda.