Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS
Atualidades / Luto!

Ex-embaixador Paulo Tarso Flecha de Lima morre aos 88 anos

O ex-embaixador estava internado desde o último sábado, 10, devido a uma infecção urinária

CARAS Digital Publicado em 12/07/2021, às 20h45 - Atualizado às 21h09

Ex-embaixador Paulo Tarso Flecha de Lima morre aos 88 anos - Foto: Reprodução
Ex-embaixador Paulo Tarso Flecha de Lima morre aos 88 anos - Foto: Reprodução

Na noite desta segunda-feira, 12, faleceu em Brasília o ex-embaixador Paulo Tarso Flecha de Lima.

O diplomata estava internado em um hospital particular da capital federal desde o último sábado, 10, e havia completado 88 anos na sexta-feira, 9. 

Segundo informou a assessoria do ex-embaixador ao portal G1, o corpo será velado nesta terça-feira, 13, Palácio do Itamaraty, em uma cerimônia restrita devido à pandemia da Covid-19. Depois sera levado para Belo Horizonte, Minas Gerais, para ser sepultado no jazigo da família.

Paulo Tarso Flecha de Lima tinha problemas renais e na última semana ele contraiu uma infecção urinária severa que resultou em uma septicemia, infecção generalizada. 

Carreira de Paulo Tarso Flecha de Lima

Paulo Tarso Flecha de Lima ingressou no Itamaraty em 1965. Em 1973 ele foi nomeado chefe do Departamento de Promoção Comercial, cargo que ocupou por mais de uma década e no qual liderou profunda transformação das atividades de promoção comercial do Brasil no exterior.

Já em 1984, foi nomeado Subsecretário-Geral de Assuntos Econômicos e Comerciais. Em 1985, alcançou o mais alto posto de carreira da diplomacia, tornando-se Secretário-Geral das Relações Exteriores. Em 2001, Paulo Tarso se aposentou, após 46 anos de diplomacia. 

Em nota o Ministério das Relações Exteriores lamentou o falecimento de Paulo Tarso Flecha de Lima. "O Ministério das Relações Exteriores informa, com grande pesar, do falecimento do Embaixador Paulo Tarso Flecha de Lima, hoje, 12 de julho, em Brasília. Ao longo de sua carreira, o Embaixador Paulo Tarso dedicou-se ao ideal de que a política externa pode e deve contribuir para melhorar concretamente a inserção internacional do País e a vida de todos os brasileiros. Sua coragem e criatividade marcaram todos que tiveram a oportunidade de trabalhar a seu lado. O Ministério das Relações Exteriores expressa a seus familiares e amigos as sentidas condolências de todos seus colegas", diz o comunicado. 

Paulo Tarso foi foi casado por 54 anos com Lúcia Flecha de Lima, e eles tiveram cinco filhos. A embaixatriz morreu em 2017, também em Brasília.