CARAS Brasil
Busca
Facebook CARAS BrasilTwitter CARAS BrasilInstagram CARAS BrasilYoutube CARAS BrasilTiktok CARAS BrasilSpotify CARAS Brasil
Atualidades / Rio Grande do Sul

Ex-BBB Cezar Black viaja para ajudar como enfermeiro no Rio Grande do Sul

Ex-BBB e ex-A Fazenda Cezar Black embarca rumo ao Rio Grande do Sul para ser enfermeiro voluntário nos hospitais da região

por Priscilla Comoti

pcomoti_colab@caras.com.br

Publicado em 10/05/2024, às 16h56

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Cezar Black - Foto: Reprodução / Instagram
Cezar Black - Foto: Reprodução / Instagram

O ex-BBB e ex-A Fazenda Cezar Black seguiu o exemplo das ex-BBBs Thelminha, Marcela Mc Gowan e Amanda Meirelles e foi para o Rio Grande do Sul. Ele vai se tornar enfermeiro voluntário nos hospitais das regiões afetadas.

Ele embarcou para a região sul do Brasil na quinta-feira, 9, e desembarcou em Florianópolis antes de pegar um carro para o Rio Grande do Sul. Nas redes sociais, ele mostrou alguns detalhes da viagem nos stories do Instagram.

Vale lembrar que Black é especializado em UTI neonatal e emergências.

Post de Cezar Black

Post de Cezar Black

Post de Cezar Black

Thelma conta o que viu no Rio Grande do Sul

A ex-BBB Thelma Assis está no Rio Grande do Sul como médica voluntária e revela o que viu ao chegar lá. Em entrevista no programa Encontro, da Globo, ela falou sobre chegada na região afetada pelas enchentes.

“Cheguei aqui em Canoas ontem e fiquei em choque. A cidade embaixo da água, mais da metade da cidade estava debaixo d’água”, disse ela.

Então, ela explicou como está o hospital para o qual foi levada para ajudar os pacientes. “Nos juntamos com um grupo de pediatras e cada uma está atuando na sua especialidade. O trabalho tem sido ajudar os profissionais de saúde daqui que estão sobrecarregados, muitos não estão conseguindo se locomover para sair do hospital e acabando dobrando a jornada. Eles perderam muito, das 30 Unidades Básicas de Saúde (UBS) da cidade, eles perderam 19”, afirmou.

Por fim, Thelminha falou sobre a necessidade de doações da população. “A gente segue pedindo doação de água, de medicamentos, de alimentos”, afirmou.