Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Atualidades / Tensão

Donald Trump comete erro no Twitter e J.K. Rowling não consegue segurar o riso

Autora de Harry Potter já demonstrou anteriormente não apoiar o presidente

CARAS Digital Publicado em 04/07/2018, às 14h44 - Atualizado às 15h29

J. K. Rowling - Getty Images
J. K. Rowling - Getty Images

J. K. Rowling causou furor em seu Twitter nesta terça-feira, 3, ao rir de um erro gramatical cometido por Donald Trump

O presidente norte-americano escreveu em sua rede social: "Depois de escrever muitos livros best sellers, e de algum modo me parabenizar pela minha habilidade de escrever, devo ressaltar que as Fake News constantemente gostam de [pour over] meus tweets procurando por erros. Eu coloco algumas letras em maiúsculo para enfatizar, não porque elas deveriam estar em maiúsculo!", desabafou.

Porém, o empresário errou ao usar a expressão "pour over" no lugar de "pore over". A página do dicionário Merriam-Webster rapidamente notou o erro. "Pore over: ler ou estudar algo com muito cuidado. Pour over: fazer café caro", explicou. Depois, como uma piada, ainda adicionou: "Comb over: pentear o cabelo do lado da cabeça para cobrir os pontos carecas".

A autora de Harry Potter, que já demonstrou não gostar do presidente, achou a situação hilária. Em seu Twitter, postou uma série de risadas com comentários como "respirando fundo" e "Escreveu [livros bestsellers]... E o fantasma do escritor que falou com a imprensa"

Depois, ainda completou com "*Enxugando os olhos, tentando controlar a respiração*... Sério. O Donald Trump é o melhor escritor do mundo"

Por outro lado, os eleitores do presidente não gostaram muito da provocação e disseram que ela, sendo britânica, não deveria criticar os políticos americanos. 

Depois de cerca de duas horas, Trump apagou o tweet e o republicou com o erro corrigido.

Anteriormente, a escritora criticou o político por seus posicionamentos radicais em relação a mulheres e situações racistas, e o comparou a Voldemort, vilão de sua saga de livros. A autora já demonstrou grande solidariedade com o próximo ao dar livros para crianças carentes e doar uma quantia equivalente a mais de R$ 50 milhões para uma clínica

Aprenda a receita de um delicioso pavê de amendoim​