Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Atualidades / DESABAFO

"Eu não posso": a conversa decisiva de Ana Hickmann com a mãe, Reni Saath

Em entrevista, Ana Hickmann relata conversa que teve com a mãe; as duas sentaram após a denúncia da apresentadora contra o ex-marido

Gustavo Assumpção

por Gustavo Assumpção

gassumpcao@caras.com.br

Publicado em 27/11/2023, às 08h39

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
A conversa decisiva de Ana Hickmann com a mãe: "Eu não posso" - Reprodução/ Instagram
A conversa decisiva de Ana Hickmann com a mãe: "Eu não posso" - Reprodução/ Instagram

A apresentadora Ana Hickmann revelou que conversou com sua mãe, Reni Saath, ao decidir denunciar o então marido Alexandre Correa pelas agressões que sofreu no início do mês. Segundo ela, as duas sentaram e conversaram.

A loira disse que protegia o marido e que evitava contar tudo o que acontecia. Após o agravamento da situação, ela decidiu explicar sua decisão. "Eu olhei para a minha mãe e sentei ela na cama do meu quarto e falei: ‘eu não posso repetir o que a senhora fez’", afirmou durante o Domingo Espetacular.

A fala é porque ela contou que o pai também agredia a mãe durante toda a sua infância. "Carreguei algumas vezes minha mãe para o hospital", afirmou ela 

Hickmann disse que sentia que era humilhada pelo ex-marido em várias situações, mas atenuava o comportamento. "Fazendo chacota com relação a questões físicas, beleza. Isso não é brincadeira, não é elogio. Se o cara que fala que te ama olha pra você e fala: “está com quantas arrobas?”. Escutei muito. Falava isso pra outras mulheres e por diversas vezes discuti com ele sobre isso (…) isso tudo foi me consumindo. E todo mundo ao meu redor atenuando", declarou. 

Ana Hickmann exalta ajuda das autoridades

A apresentadora Ana Hickmann confirmou que está separada de Alexandre Correa após denunciá-lo por violência doméstica. No programa Domingo Espetacular, da Record TV, ela contou que já entrou com o pedido de divórcio pela Lei Maria da Penha, que protege as mulheres vítimas de agressão. 

"A lei está aí para nos proteger, eu dou notícia sobre isso todo dia. A lei está cada mais forte. Ela me protegeu muito", disse ela, que ainda disse o divórcio será mais rápido pela Lei Maria da Penha. 

"É muito mais rápido. O pedido de separação de corpos, o divórcio, muito mais rápido. Porque fica muito claro que aquele relacionamento não pode existir. E a gente tem que saber isso, isso vale para todas. O ministério público não está ali para mim, serve para todas as mulheres. Para todas que passaram por isso. A gente só precisa saber usar e ter a coragem. Eu não sou mulher de malandro. Eu estou aqui machucada e fui machucada por muito tempo"