CARAS Brasil
Busca
Facebook CARAS BrasilTwitter CARAS BrasilInstagram CARAS BrasilYoutube CARAS BrasilTiktok CARAS BrasilSpotify CARAS Brasil
Atualidades / SAIU DO CONTEXTO

Chiquinho Scarpa explica declaração polêmica sobre pobres: 'Convivo com todo tipo de pessoa'

Em entrevista à CARAS Brasil, o Conde Chiquinho Scarpa esclarece episódio envolvendo polêmica de que não gosta de pobres

Chiquinho Scarpa comenta sobre não gostar de pobres - Reprodução/Instagram
Chiquinho Scarpa comenta sobre não gostar de pobres - Reprodução/Instagram

Na última quinta-feira, 06, o Conde Chiquinho Scarpa (72) causou polêmica após uma declaração sobre não gostar de pessoas pobres. Em entrevista à CARAS Brasil, o empresário reforça que sua fala foi tirada de contexto e declara que não possui nenhum tipo de preconceito contra ninguém por conta de classe social: "Convivo com todo tipo de pessoa". 

Em participação no podcast Festa da Firma, de Francisco Wellington Muniz, o Ceará, Chiquinho chocou ao revelar o motivo de não gostar de pobres: “Sempre tem um negócio para pedir. Se você perguntar… A pior coisa do pobre é você chegar e dizer assim: ‘Como vai?’. Aí você está frito. Ele diz: ‘Minha mãe está doente, meu pai perdeu a perna, minha filha perdeu o dente’. Ele fica meia hora destilando todos os problemas. Nunca chegue para o pobre e pergunte como vai”, afirmou.

Durante conversa com a CARAS Brasil, Chiquinho Scarpa esclarece que sua afirmação foi feita em um programa humorístico e em tom de brincadeira. Ele acredita que a piada teve um tom jocoso, mas não quis ofender ninguém, pois não tem preconceito contra pessoas de baixa renda. 

"Essa informação foi tirada de contexto, [foi uma declaração] em um programa de humor. Francisco [Ceará] é muito meu amigo, meu xará. Durante a participação, foi feita uma brincadeira, em um momento de desconstrução e saiu do contexto, acontece, você fica brincando e sai fora de contexto", declara Scarpa.

DEU MAIS DETALHES

Chiquinho Scarpa contextualiza o motivo de ter feito esse comentário, ele relembra que estava comentando sobre Caco Antibes, papel de Miguel Falabella (67) em Sai de Baixo. Na trama, o personagem é membro da elite paulistana e vive destilando comentários ofensivos contra pobres. 

"O contexto da brincadeira era falar do Miguel Falabella, por conta do programa Saia de Baixo, que eu acho sensacional. O Miguel fala de uma maneira divertida, mas é uma forma de crítica, ele ironiza e é uma brincadeira", afirma. 

Mesmo sendo um dos empresários mais ricos do país, Chiquinho Scarpa comenta que convive com pessoas de todas as classes sociais: "Eu sou industrial, convivo com todo tipo de pessoa no meu dia a dia. Foi um programa humorístico, tudo que falei lá é em tom de humor", finaliza Chiquinho Scarpa. 

CONFIRA PUBLICAÇÃO: