atualidades Declaração

Carol Celico presta homenagem emocionante ao pai falecido: ''Sua missão foi cumprida''

Celso Celico faleceu na última segunda-feira, 11, após sofrer um infarto enquanto dormia

CARAS Digital Publicado sexta 15 janeiro, 2021

Celso Celico faleceu na última segunda-feira, 11, após sofrer um infarto enquanto dormia
Carol Celico presta homenagem emocionante ao pai falecido - Reprodução/Instagram

Carol Celico prestou uma emocionante homenagem ao pai nas redes sociais nesta sexta-feira, 15. 

A digital influencer compartilhou uma foto de Celso Celico e escreveu uma carta falando sobre todos os momentos marcantes que viveu ao lado dele. Além disso, ela lamentou a saudade que já está sentindo do pai, que faleceu na última segunda-feira, 11, após sofrer um infarto enquanto dormia.

"Uma carta ao meu pai: Papi, sei que tivemos anos e anos de muitas conversas, muitos abraços, muitas emoções, risadas e comilanças. E sei que ainda vou falar muitas e muitas vezes com você... Mas na sua missa, gostaria de aproveitar para te fazer a maior homenagem da minha vida para você. Não por ser grande, pública ou religiosa, mas por ser com certeza, a mais difícil que já fiz. Desde que nasci você foi a figura preenchedora, acolhedora, grandiosa, sábia, e paterna que eu precisei. O primeiro bebê que você segurou, e que com certeza nunca mais queria largar... Cada momento dos pequenos cortes do nosso cordão umbilical foram difíceis, mas em cada um deles, por mais dolorido que foi para você, você conteve suas lágrimas, e tentou fazer com que eu me sentisse livre, abençoada por você, para encabeçar minhas próprias decisões com base na infinidade de valores e fortes princípios que me passou", começou ela.

Carol falou das qualidades do pai. "Como seu próprio nome diz, Celso, elevado, sublime e celeste, sempre teve uma sabedoria que eu sempre considerei divina, e mesmo sem você saber e não se manifestar tanto espiritualmente, me fazia entender, desde muito pequena como e quem é Deus. Talvez por isso tenho tanta facilidade em enxergar o amor de Deus, a sua bondade, generosidade, fidelidade e lições. Por que você carregou a essência Dele em você, em cada minuto da sua paternidade. Você pode ter falhado algumas vezes, como homem, como filho, como amigo ou marido, mas nunca falhou como pai. Foi perfeito em cada etapa, comigo e com meu irmão, e isso nós jamais esqueceremos."

Em seguida ela lamentou a morte de Celso. "Ainda fazem poucos dias que tivemos que entender que você não estaria mais fisicamente aqui. Que não atenderia nossas ligações, nem nos telefonaria mais. Que não poderíamos pedir sua opinião sobre nossas escolhas, ou que não iríamos mais cantar ou jantar juntos. Ainda não deu para entender o que vai acontecer em muitos momentos, mas algumas coisas são certas, e uma delas é por um acaso, o seu maior sonho: a união forte, de sangue, de alma e de coração entre seus dois e únicos filhos. Vamos nos unir a cada dia, honrando a sua vida e seus ensinamentos. Vamos nos unir a cada dia, honrando a sua vida e seus ensinamentos. Repassando toda a sua sabedoria para quem precisar, contanto suas histórias de uma vida inteira muito bem vivida, cheia de aventuras, viagens, músicas, massas, chocolates, alegrias e amor! Inspirando as pessoas a se reconciliarem com seus pais, ligarem para eles todos os dias, dar pelo menos alguns minutinhos de atenção. Esses que nós tanto queríamos te dar agora que infelizmente não podemos mais", acrescentou.

"Pai, não queríamos que você se fosse, não queríamos não ter mais um último abraço com você, mas compreendemos que você descansou, no tempo perfeito, com uma jornada perfeitamente concluída. Viveu 10 vezes o número 7, o número da perfeição e em todo esse tempo não nos deixou nem um "pepino" como você sempre dizia, resolveu sozinho todos eles, e sei que não foram poucos. Sua partida foi rápida, leve, sem dor, como você merecia, pela vida generosa que teve com todos a sua volta, sem poupar tempo, recursos ou esforços para o bem dos seus filhos, amigos, e até mesmo de desconhecidos. Sua missão foi cumprida cheia de dignidade, e muita amizade. Achávamos que eu e Enrico tínhamos muitos amigos, mas você, apaixonante como é, teve amizades por todos os lugares onde passou. Todos se lembram de você com alegria e com muito amor. Nunca ouvi falar de alguém que se tornou seu inimigo, muito pelo contrário. Nunca vi ninguém ser tão amado e querido por tantos amigos como você! Todos estão nostálgicos e queriam ter aproveitado um pouco mais da sua deliciosa companhia que foi tão privada nos últimos tempos. Temos que cortar esse cordão, e hoje, sem esconder de você o tamanho da minha dor, e sem precisar conter minhas lágrimas, te deixo livre e abençoado, para seguir sua vida como o lindo anjo de olhos azuis, que você sempre foi. Até o que dia que nos veremos de novo, meu paizinho! Te amo", finalizou. 

Confira:

Último acesso: 02 Mar 2021 - 04:18:55 (373990).

Leia também

TV CARAS