atualidades POLÊMICA

Barbra Streisand confirma abusos sexuais de Michael Jackson e defende: ''Eram necessidades dele''

A famosa defendeu o colega sobre as acusações de abuso infantil apresentadas no documentário 'Deixando Neverland'

CARAS Digital Publicado sábado 23 março, 2019

A famosa defendeu o colega sobre as acusações de abuso infantil apresentadas no documentário 'Deixando Neverland'
Barbra Streisand e Michael Jackson - Instagram/Reprodução

O documentário Deixando Neverland, que conta as polêmicas em torno da vida do astro Michael Jackson está dando o que falar!

Dessa vez a cantora norte-americana e ex-colega do cantor, Barbra Streisand, resolveu abrir o jogo sobre as acusações de abuso sexual em menores de idade envolvendo Jackson. Em entrevista ao jornal britânico The Times, a loira fez diversas declarações polêmicas ao falar sobre a produção da HBO, da qual ela afirma ter assistido.

“Eu me sinto mal pelas crianças, me sinto mal por ele. Eu culpo, acho, os pais, que permitiram que os filhos dormissem com ele. Michael era muito doce e infantil", disse Barbra. Questionada pelo jornalista se acreditava nos abusos, a artista afirmou: "Absolutamente. Aquilo foi muito difícil. Você pode dizer ‘molestado’, mas essas crianças, como você as ouviu dizer, estavam emocionadas por estarem ali. Ambos casaram e tiveram filhos, então não os matou”.

No Twitter, o diretor do documentário, Dan Reed, ficou indignado com a resposta da atriz: “‘Não os matou’. Você realmente disse isso, Barbra Streisand?”, escreveu como primeira reação. Em seguida, o cineasta alfinetou ainda mais pergutando se 'a pedofilia é tolerada em algumas partes da indústria do entretenimento?'.

Aos 76 anos, a vencedora de dois Oscars não parou por aí, ela também afirmou que os abusos eram "necessidade sexuais de Michael" e que possivelmente vinham dos traumas de infância que ele teve na vida.

Confira:

Twitter/Reprodução

Último acesso: 16 Oct 2021 - 02:46:15 (316096).

Leia também

TV CARAS