Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Atriz carioca Françoise Forton morre aos 64 anos no Rio de Janeiro

Atriz conhecida por novelas de sucesso na TV, Françoise Forton faleceu vítima de câncer neste domingo, 16, após ficar internada para tratamento da doença

CARAS Digital Publicado em 16/01/2022, às 16h54 - Atualizado às 19h18

A atriz Françoise Forton - Divulgação
A atriz Françoise Forton - Divulgação

Este domingo, 16, vai ficar marcado como um dia triste para a televisão, para o cinema e o teatro brasileiro.

Isso porque a atriz Françoise Forton (1957-2022) faleceu precocemente, aos 64 anos. Ela estava internada em uma clínica na zona sul do Rio de Janeiro, onde enfrentava seu segundo câncer.

Logo que soube da notícia, o meio artístico se comoveu e começou a homenagear Françoise Forton nas redes sociais.

Filha de pai francês, ela se casou com o produtor cultural Eduardo Barata

A atriz carioca, que era filha de pai francês e mãe brasileira, já havia sido diagnosticada com um tumor em 1989 e havia passado os últimos quatro meses internada.

Em 2014, Françoise casou-se com o produtor de teatro Eduardo Barata, com quem estava até o momento. O casamento foi capa da Revista CARAS.

Françoise Forton foi capa da Revista CARAS em seu casamento com Eduardo Barata, em 2014

Ícone das novelas brasileiras, Françoise Forton teve carreira nas telas

Ela participou de diversas produções famosas, como Estúpido Coração, Tieta, Perigosas Peruas, O Clone, I Love Paraisópolis e Tempo de Amar, na Globo, e sua última novela foi Amor Sem Igual, na Record TV. 

A carreira de atriz começou em 1969, quando ela fez uma pequena participação na novela A Última Valsa. Logo em seguida, participou de um episódio do seriado A Grande Família, na primeira versão, em 1973, interpretando a namorada de Tuco (Luiz Armando Queiroz). Mas foi na novela Fogo sobre Terra, de 1974, que ela ganhou o carinho do público e despertou o interesse dos diretores de TV, com sua personagem rebelde Estrada-de-Fogo.

Estúpido Cupido, novela ambientada nos anos 1960, um sucesso dos folhetins, veio em 1976.