Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Após polêmica sobre Chaves, Paula Braun se desculpa: "Não sou perfeita"

Após declaração polêmica sobre a morte de Roberto Bolaños, Paula Braun se desculpa: "Me expressei mal e sinto muito!", afirmou

CARAS Digital Publicado em 01/12/2014, às 17h05 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

“Estamos gravando muito, mas construímos uma base familiar sólida", conta o casal - Cadu Pilotto
“Estamos gravando muito, mas construímos uma base familiar sólida", conta o casal - Cadu Pilotto

Mulher de Mateus Solano, Paula Braun usou o seu blog para se desculpar pela maneira que se expressou no Twitter no sábado, 29, logo após a morte de Roberto Bolaños, criador do Chaves. Na ocasião, a atriz questionou a comoção causada pela morte do comediante.

Vocês vão me odiar se eu falar que estou achando esse hype todo sobre o Chaves exagerado? Adoro, mas é pra tanta comoção assim?”, perguntou, despertando a raiva de milhares de fãs de Bolaños.

Em um longo texto, Paula disse ter errado ao falar sobre o assunto. "Estou muito chateada com toda a repercussão que tomou meu tweet. Primeiro porque minha intenção foi levantar uma questão e não afirmar nada. Me expressei mal e sinto muito!", afirmou.

"Bolaños, Chaves, Chapolin, Chiquinha, Dona Florinda, Seu Barriga, Seu Madruga e a bruxa do 71 fizeram parte da minha infância, da minha vida. Lembro de chegar do colégio, largar a mochila e almoçar em frente a televisão. Lembro da bronca da minha mãe (não era permitido comer no sofá) e do cheiro do tempero dela. E também lembro de meu pai, assistindo comigo e dando risada. É sem dúvidas das melhores lembranças que guardo dele desde que se foi", comentou.

"Não tenho como falar neste momento do tamanho da minha tristeza ao “desrespeitar” aos olhos de muitos, os fãs da série (inclusive a mim mesma). Não tomei cuidado frente a repercussão que isso (um erro de expressão) poderia tomar .Aliás tomou depois que foi publicado por sites, antes disso, quem me conhece, sabe que não foi minha intenção ter qualquer tipo de maldade. Sou muito presente no Twitter e justamente por isso, as vezes escrevo sem um grande cuidado de revisar e acabo até esquecendo que ali não estou somente entre amigos", completou.

"Eu erro, superestimo, e estou sujeita a me expressar de uma forma não adequada e isso não é justificativa, apenas constatação. Não sou perfeita, nem quero. Quero sim aprender com cada erro meu, assim como tenho aprendido. O que me dói não são as palavras duras e o ódio. O que me dói é justamente acharem que não o amo e sofro como qualquer um que tenha convivido com esses personagens a vida inteira, ou acharem que eu quis diminuir a importância da perda ou homenagens", disse.

"Aliás quantas perdas horríveis tivemos esse ano! Quanta gente boa se foi!  Sofremos nós, que aqui ficamos. Eu sou apenas um grão insignificante diante da magnitude da vida. Não quero criar polêmicas, quero apenas poder errar de vez em quando sem ofender ninguém. “Prefiro morrer do que perder a vida”. Espero que Bolaños descanse em paz, porque sempre estará vivo em nossas memórias e em nossa televisão. Chaves é nosso Carlito, nossa infância e nossa graça. É eterno", finalizou Paula.