Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Atualidades / Defesa!

Angelina Jolie faz emocionante discurso em apoio as vítimas de violência doméstica

A atriz Angelina Jolie defendeu a lei que combate a violência doméstica e fez um importante discurso

CARAS Digital Publicado em 10/02/2022, às 19h09

Angelina Jolie faz emocionante discurso em apoio as vítimas de violência doméstica - Foto: Alex Wong/Getty Images
Angelina Jolie faz emocionante discurso em apoio as vítimas de violência doméstica - Foto: Alex Wong/Getty Images

Angelina Jolie (46) se emocionou ao fazer um discurso em apoio as vítimas de violência doméstica.

A atriz visitou o Capitólio dos Estados Unidos nesta quarta-feira, 9, e junto com um grupo bipartidário de senadores ajudou a lançar uma nova versão da Lei de Violência Contra as Mulheres.

Jolie apareceu no evento acompanhada da filha Zahara e não escondeu a emoção ao discursar durante uma coletiva de imprensa realizada em Washington. Ela também falou sobre o 'silêncio' do Congresso sobre o assunto, já que os políticos não autorizaram o projeto de lei há quase uma década.

Palavras de Angelina Jolie ajudam a conscientizar

No discurso, que foi televisionado, a atriz se dirigiu aos senadores e prestou uma homenagem a todos que se sentiram impotentes por seus agressores devido a um 'sistema que falhou em protegê-los'. "Acima de tudo, quero reconhecer as crianças que estão aterrorizadas e sofrendo neste momento. E as muitas pessoas para quem esta legislação chega tarde demais", disse ela, com a voz embargada.

"As mulheres que sofreram com este sistema com pouco ou nenhum apoio, ainda carregam a dor e o trauma de seu abuso. Os jovens adultos que sobreviveram ao abuso e emergiram mais fortes não por causa do sistema de proteção infantil, mas apesar dele. E as mulheres e crianças que morreram, que poderiam ter sido salvas", acrescentou.

Angelina seguiu lamentando o silêncio do Congresso. "A razão pela qual muitas pessoas lutam para sair de situações abusivas é que elas se sentem inúteis. Quando há silêncio de um Congresso muito ocupado para renovar a Lei de Violência Contra a Mulher por uma década, isso reforça esse sentimento de inutilidade.Você acha que eu acho que meus agressores estão certos. Acho que não valho muito. É por isso que aprovar esta lei é uma das votações mais importantes que os senadores dos EUA farão este ano", finalizou.

Angelina Jolie com a filha Zahara: 

Foto: Alex Wong/Getty Images

Angelina Jolie e a filha Zahara - Foto: Alex Wong/Getty Images

Angelina Jolie diz que a filha ajuda a acalmá-la

A diva do cinema de Hollywood também aproveitou a oportunidade para revelar que a Zahara foi peça fundamental no processo todo, ajudando Angelina com o texto da nova versão da lei e também por estar ao seu lado para acalmá-la, especialmente em um dia como o de apresentação da nova redação de um documento tão importante.