Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

VIPS APRESENTAM TRAJES DE LUXO NO JOCKEY

MANTENDO A TRADIÇÃO DO CHAPÉU, ELAS DEMONSTRAM ELEGÂNCIA E VAIDADE EM SÃO PAULO

Redação Publicado em 30/05/2008, às 15h04

Cerca de 1200 pessoas marcaram presença no GP São Paulo 2008, no Jockey Club. A área vip foi decorada especialmente para a ocasião, com rosas e tapetes vemelhos. - João Passos
Cerca de 1200 pessoas marcaram presença no GP São Paulo 2008, no Jockey Club. A área vip foi decorada especialmente para a ocasião, com rosas e tapetes vemelhos. - João Passos
por Cíntia Andrade e Maria Fernanda Malozzi Mulheres elegantes e esbanjando feminilidade fizeram jus ao luxo que é associado, há mais de oito décadas, ao Grande Prêmio São Paulo do Jockey Club da capital paulista. Na edição 2008 do evento, decorado com rosas e tapetes vermelhos, elas mantiveram a tradição de desfilar com charmosos chapéus. A começar pela jornalista Mônica Veloso (39), que chegou exuberante em um vestido preto by Sidney Volpi, que valorizou sua invejada silhueta, e um chapéu Sabrina. "O GP é um evento realmente maravilhoso e resgata o glamour de uma época em que a mulher podia abusar de trajes finos", disse a apresentadora do programa automobilístico Vrum, do SBT, que prestigiou o evento pela primeira vez. Quem também circulou radiante pela área vip do Jockey foi a atriz Gisele Fraga (37), que estava acompanhada pelo marido, o empreendedor Augusto Mendonça (55). Com um míni da marca Zidi e chapéu Dior, ela admitiu que passou horas se preparando para ficar impecável. "Sou bastante vaidosa e acho que a mulher fica muito mais sofisticada com chapéu, por isso fiz questão de usar. Não é todo dia que cai bem", ensinou Gisele. Sofisticada, a arquiteta Bya Barros (46) e a designer de jóias Kristhel Byancco (46) distribuíram sorrisos durante a tarde do GP. Bya optou por modelito preto discreto da Gucci e chapéu Borsalino. Já Khristhel ousou um pouco mais com um conjunto do estilista Marco Rica, na cor pink, chapéu preto da loja Printemps e jóias de sua coleção Segredos do Amor. "Venho aqui há 15 anos. É um acontecimento luxuoso e que merece toda a dedicação por parte de nós, mulheres, para levarmos essa tradição adiante", afirmou a bela Khisthel. A empresária e atriz Marina Mantega (27) acompanhou de perto o momento mais aguardado pelas mulheres, que foi a eleição do Chapéu Mais Bonito e da Mulher Mais Elegante, promovido pela anfitriã do evento, Paula Hellmeister (40), mulher do presidente do Jockey Club de São Paulo, Márcio Toledo (48). As vencedoras foram, respectivamente, Lucia Dall'Stella (50), com um chapéu by Daisy & Ruh, e Vanessa Montoro (31), com um vestido preto em crochê de sua própria grife, V. Montoro. "É a primeira vez que venho ao evento e já sou campeã! Isso é um estímulo para os próximos anos. Eu fiquei realmente muito encantada com o alto nível do evento", revelou Vanessa. O charme do chapéu não se limitou às mulheres. O artista plástico paulistano Roberto Camasmie (53), com a irmã Daisy (52), representante do Conrad Resort & Casino no Brasil, atraiu muitos olhares com o terno Canali e o chapéu italiano Borsalino. "Está tudo tão chique e lindo como os Grandes Prêmios ingleses. Sem dúvida foi mais um acontecimento para a história da sociedade paulistana", contou Roberto.