Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

‘Tiveram que me aceitar”, declara Lea T. sobre o mundo da moda

Lea T. comenta o preconceito no mundo da moda e revela que foi aceita como modelo porque sua primeira campanha foi uma das mais importantes do mundo naquele momento

Redação Publicado em 18/02/2013, às 03h16 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Lea T. fala sobre o preconceito no mundo da moda - Getty Images - Reprodução / TV Globo
Lea T. fala sobre o preconceito no mundo da moda - Getty Images - Reprodução / TV Globo

A top Lea T. (32) participou no último sábado, 16, do Altas Horas. A modelo comentou o início de sua carreira e falou sobre o preconceito que existe no mundo da moda. "Foi meio que um cala boca. Eles tiveram que me aceitar”, declarou a top model, que explicou que a aceitação aconteceu porque sua primeira campanha foi uma das mais importantes do mundo naquele momento.

Apesar da aceitação da família, a filha do ex-jogador Toninho Cerezo (57), explicou que na sua opinião falar sobre sexualidade com a família ou amigos é sempre complicado, principalmente quando o assunto é transexualidade. “As minhas amigas diziam que os pais não aceitavam, por isso pensei que seria mais uma delas, mas graças a Deus foi diferente comigo”, revelou Lea.

A modelo fez a cirurgia de mudança de sexo em março de 2012 e recentemente, em entrevista ao Fantástico, disse que apesar da operação nunca vai ser 100% mulher.