Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Simone Soares: talismã com DNA

Simone Soares diz como a vida progrediu com o nascimento de Luana

Redação Publicado em 26/12/2012, às 15h57 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Em casa, no Rio, a atriz brinca com a filha, da união com o diretor Mário Meirelles. - Fabrizia Granatieri
Em casa, no Rio, a atriz brinca com a filha, da união com o diretor Mário Meirelles. - Fabrizia Granatieri

A atriz Simone Soares (35) não tem dúvidas de que a filha, Luana (8), é seu maior talismã. Desde o nascimento da menina, do casamento com Mário Meirelles (50), diretor geral do TV Xuxa, ela admite que a vida deu uma guinada. “Ser mãe é algo tão abençoado que, após a chegada da Lulu, muita coisa boa aconteceu. Comecei a fazer novela na Globo, os papéis só foram melhorando”, justifica, na nova casa da família, no Rio. A vitória de O Astro como melhor novela no Emmy, na qual ela teve atuação elogiada, é um exemplo disso. “Sempre sonhei com um Oscar e ganhamos o que é considerado o da TV. Mas os melhores anos para mim são os ímpares, então, com certeza, 2013 vem com tudo”, avisa ela, que também está comemorando um ano de casamento com Mário, com quem já se relaciona há 12 anos. No balanço positivo também conta a participação no curta Confraria, com produção italiana, ao lado de Giovanna Ewbank (26). E a alegria da atriz aumenta ao ver a enorme desenvoltura da filha diante das câmeras. Não será surpresa se a menina despontar para a área artística. “Luana é uma estrela. Impressiona a facilidade que tem para cantar, dançar, como organiza o tempo e almeja as coisas. Ela fala que vai morar em Nova York”, conta Simone. Outro desejo da garota é ganhar mais um irmão — ela já tem Mário Vitor (19) e Mateus (15), de relação anterior do pai.

– Planeja engravidar em 2013?

– Não! Na verdade, nem pensava em ter outro, mas Luana fica pedindo. Outro dia, disse que estava querendo adotar. Ela até brincou: ‘Tudo bem, mas tem de ser moreninha como eu. Não igual a você, com olhos claros’. Estou fazendo uma chantagem emocional com minha mãe, que mora em Taubaté, SP. Falei que se ela vier para o Rio, terei outro. Sem a família aqui para ajudar é difícil, por causa do trabalho.

– Luana é agarrada a você?

– Temos uma relação de amor, cumplicidade. O tempo inteiro ela diz que sou linda, me ajuda a escolher as roupas, sapatos...

– A vontade de seguir a carreira artística partiu dela?

– Ela pede, sim. Aos sábados, enquanto outras crianças estão brincando, é o único dia que consegue fazer aula de bateria e canto. E prefere assim, porque na semana faz balé, sapateado e hip hop. Mas ainda diz que, às sextas, teria hora livre para o jazz. Falei para ter calma. Xuxa viu um vídeo da Luana cantando e ficou impressionada, pediu para fazer a voz guia em seu novo DVD. Minha filha tem muita facilidade com a música.

– E você, Simone, também é ligada ao universo musical?

– Pensando nisso, até pretendo aumentar meu leque de atuação. Não quero nunca deixar de trabalhar como atriz, mas Luana é a principal coisa na minha vida. Então, sei que será inevitável conseguir um tempo para acompanhála. Pode ser um caminho entrar no ramo de musicais.

– Assim como sua filha, também faz muitos cursos?

– Estudo inglês, italiano, sapateado, dança de salão e stiletto, aquela dança da Beyoncé, que se joga, tem uns ‘truques’ de cabelo. A gente sai da aula com a autoestima lá em cima, se sentindo uma diva. A dança tem esse poder.

– Como mantém a forma?

– Para falar a verdade, há um mês não malho. Mas vivo fazendo dieta. Não do tipo rigorosa. Sou louca por chocolate. Então, me cuido a semana inteira para poder comer um. Mas não sofro, é uma reeducação alimentar.

– Teve crise após os 30?

– Nenhuma, me sinto muito melhor hoje do que aos 20. Mais bonita, segura. Antigamente, quando me imaginava com 35, ‘via’ uma senhora. Hoje, a mulher de 40 é gatona. Tem umas de 80 muito bonitas, que sabem envelhecer. Há coisas bacanas para retardar o passar dos anos, sem precisar ficar esticada, ‘botocada’, como laser, estimulação de colágeno, cuidado com a alimentação.

– Quais os desejos para 2013?

– Saúde para mim e minha família e que eu possa trabalhar bastante. Também desejo que um projeto meu, o Festival Mazzaropi, em Taubaté, se torne realidade. É importante estimular a cultura nas escolas, aproveitar melhor a tecnologia para formar novos técnicos para o cinema, por exemplo, dando incentivo para isso.