Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Ser corno ou não ser? Assim como Tufão, veja maridos que já foram traídos na TV

Tufão, o personagem de Murilo Benício em 'Avenida Brasil', não é o único enganado pela mulher infiel. Assim como ele, vários personagens já tiveram a cabeça enfeitada nas novelas brasileiras. Confira a lista com 10 dos principais maridos traídos na TV!

Redação Publicado em 06/09/2012, às 11h52 - Atualizado em 18/09/2012, às 09h56

Os maridos traídos das novelas - TV Globo/Divulgação
Os maridos traídos das novelas - TV Globo/Divulgação

Ser corno ou não ser? A música de Mamonas Assassinas bem que poderia embalar boa parte da teledramaturgia brasileira. Na história dos folhetins o que não faltam são homens enganados por suas fogosas mulheres - geralmente bem debaixo de seu nariz. Tufão (Murilo Benício) não está só! E para provar listamos dez exemplos de traições regadas a muita comédia e vilania que não saem da nossa cabeça. Ou melhor, da cabeça deles. Confira!

Sinhozinho Malta (Lima Duarte) em Roque Santeiro (1983) - O inesquecível personagem do bordão 'tô certo ou tô errado?' era mandachuva em Asa Branca. Mas tinha que dividir o amor da extravagante viúva Porcina (Regina Duarte) com Roque, interpretado por José Wilker.

Marcos (Guilherme Fontes) em Mulheres de Areia (1993) - O mocinho Marcos trocou a boazinha e ingênua professora Ruth (Gloria Pires) pela gêmea má Raquel. Péssica escolha. Ela o traiu durante longos capítulos da trama (castigo?) com o malandro Wanderley (Paulo Betti). O papel de mocinho enganado foi de Carlos Zara na versão original, em 1973.

Cornélio (Ney Latorraca) em O Cravo e a Rosa (2000) - O personagem carregava a sina até no nome, coitado. Enquanto ele fazia de tudo para agradar a dondoca esposa Dinorá (Maria Padilha), ela dava suas escapulidas com Celso (Murilo Rosa).

Afrânio (Paulo Figueiredo) em Mulheres Apaixonadas (2003) - O empresário só pensava no trabalho. Já sua mulher, Silvia (Natália do Vale), adorava passear com o taxista grosseirão Caetano (Paulo Coronato). Adivinha quem pagava a corrida?

Renato (Fábio Assunção) em Celebridade (2004) - Até Fábio Assunção, quem diria, já foi traído. O galã Renato acreditava que Laura (Claudia Abreu) era só amores por ele. Mas na verdade, ela fazia a farra com Marcos (Márcio Garcia), a quem apelidou de 'michê' (o mesmo que garoto de programa).

Feitosa (Aílton Graça) em América (2005) - O simpático sambista casou com a 'beata' Creusa (Juliana Paes) para fazer a vontade da mãe, acreditando que ela era uma moça virgem e acima de qualquer suspeita. Puro engano. Tratava-se de uma ninfomaníaca que se entregava até para os figurantes da novela.

Abel (Anderson Müller) em Caminho das Índias (2009) - Toda santa noite, o guarda de trânsito bebia um leitinho para dormir. E quando ele capotava pelo calmante que a mulher Norminha (Dira Paes) misturava na bebida, lá ia ela para a rua fazer a festa. Abel até descobriu a traição e expulsou a fogosa de casa, mas acabou perdoando, fazendo jus à trilha do casal: 'você não vale nada, mas eu gosto de você'.

Totó (Tony Ramos) em Passione (2010) - Herdeiro de uma grande fortuna no Brasil, o italiano acreditou que a bela brasileira Clara (Mariana Ximenes) estava perdidamente apaixonada por ele. Mas a vilã, amante de Fred (Reynaldo Gianecchini) queria mesmo era dar o golpe e ficar com a herança.

Severino (Paulo César Grande) em Vidas em Jogo (2011) - Quem disse que os maridos de novelas da Record não sofrem? Enquanto Severino administrava o restaurante da família, Divina (Vanessa Gerbelli) se jogava nos braços de Ernesto (Leonardo Vieira).

Tufão (Murilo Benício) em Avenida Brasil (2012) - Claro que o ex-jogador de futebol não poderia ficar de fora. Afinal, foram 12 anos sendo traído por Carminha (Adriana Esteves) dentro da própria casa - e com o próprio cunhado Max (Marcelo Novaes).