Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Rubens Barrichello sobre Tony Kanaan: ‘É a primeira vez que corro com um irmão’

Rubens Barrichello anunciou que entrará para IndyCar ao lado de Tony Kanaan. ''Estou muito feliz com essa nova fase, realmente não era esperado", disse

Redação Publicado em 01/03/2012, às 13h26 - Atualizado às 13h34

Tony Kanaan e Rubens Barrichello - Arquivo CARAS
Tony Kanaan e Rubens Barrichello - Arquivo CARAS

Com 19 temporadas consecutivas na Fórmula 1, Rubens Barrichello (39) estreará na IndyCar pela KV Racing Technology ao lado de Tony Kanaan (37) e Ernesto Viso (26). O anúncio foi feito nesta quinta-feira, 1, durante coletiva de imprensa convocada pelo piloto. O piloto se disse contente e surpreso com o rumo que sua carreira tomou.

“Estou muito feliz com essa nova fase, realmente não era esperado. Fui testar o carro nos Estados Unidos só para me divertir, mas como sou competitivo, depois de duas voltas, recebi o convite do Tony no final do mesmo dia. É um momento único”, contou.

Barrichello confessou que lamentou quando descobriu que não iria mais correr na Fórmula 1, mas superou o fim desta etapa rapidamente. “Na vida temos momentos difíceis. Não pude negar que fiquei triste quando recebi o telefonema dizendo que não iria continuar, mas essa tristeza durou duas horas, quando eu peguei o avião rumo aos Estados Unidos para ir testar o carro do Tony. Como não deu certo na F1, fui atrás de patrocínios para conseguir correr na Indy”, falou. “Conseguir isso aos 39 anos e como marcar um gol aos 39 minutos do segundo tempo”, acrescentou.

Quanto ao prêmio da categoria disputado em São Paulo, ele afirmou. “Estou mudando apenas de endereço, de Interlagos para o Anhembi. O lugar perfeito para eu sambar (modo como Rubinho comemora suas vitórias no pódio)”.

Sobre um provável retorno à Fórmula 1 daqui uns anos, ele confessou que essa possibilidade existe. “Estou deixando meu futuro aberto. O importante é não fechar as portas. Tive dezenove temporadas lá e não pretendo ter mais dezenove na Indy. Se não, deixarei as pistas de bengala [risos]”, comentou.

Amigo de Tony há anos, Barrichello disse que deve esta oportunidade a ele. “Sempre corri com parceiros e amigos, mas nunca corri com um irmão. Eu considero o Tony um irmão. Nós combinamos que dentro das pistas vamos nos empenhar bastante e depois que a prova acabar, a gente volta a ser irmão de novo. Eu sou muito grato por tudo isso. O Tony é a razão de eu estar aqui hoje”, declarou.

Já ao falar do colega, Tony declarou. “Somos amigos há anos. Vai ser muito divertido correr com ele. Não é um animo a mais apenas por ter ele ao meu lado, mas também porque estarei correndo com um grande piloto. A velocidade vai ganhar com isso e precisarei me esforçar”.

Com sua entrada na IndyCar, Barrichello quebra uma promessa que havia feito para sua mulher, Silvana. “Eu havia prometido para minha esposa que nunca correria em uma pista oval, porém, ela afirmou que não poderia ficar no meu caminho se eu quisesse realmente correr na Indy”, destacou.