Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

ROMÃ

-

Redação Publicado em 22/12/2008, às 21h09 - Atualizado em 26/12/2008, às 19h37

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Da família das punicáceas, a romã é o fruto da romanzeira (Punica granatum), originária do Oriente Médio. Foi domesticada na antiga Pérsia, hoje Irã, há cerca de 4 000 anos. Ainda é uma das frutas mais populares entre os iranianos, consumida fresca ou usada como ingrediente de receitas. O arbusto atinge 5 a 7 metros de altura. Bonito, é utilizado como planta ornamental em parques, jardins e como bonsai. Gregos, fenícios e egípcios o cultivavam na Antiguidade. Chegou à região do Mediterrâneo levado pelos fenícios e, de lá, se espalhou pelo mundo. Atualmente é encontrado em muitos países, sendo Espanha, Turquia e Tunísia os mais importantes produtores. Apesar de a romãzeira produzir em diferentes climas, só se consegue boas frutas quando, na época do amadurecimento, o tempo está quente e seco. No Brasil são cultivadas as variedades amarela e vermelha, de grãos cor de rubi. Do tamanho de uma laranja, a romã tem cerca da metade de seu peso em partes não comestíveis como a casca e as sementes, ricas em taninos e utilizadas na Fitomedicina e na preparação de remédios caseiros. O chá de suas cascas, por exemplo, é rico em taninos e indicado para gagarejo contra faringite. O que se aproveita como alimento é apenas a cápsula suculenta, translúcida, vermelha ou rosa, que rodeia as sementes. O sumo aí contido tem sabor adocicado e levemente ácido, muito usado no Oriente Médio para se fazer melaços e xaropes. Também no Sul da França o empregam no fabrico do xarope. As sementes secas integram as especiarias. Embora não seja popular no Brasil, a fruta faz sucesso nas festas de fim de ano, seja para simpatias, seja como decoração ou ingrediente de receitas, na forma de suco ou sementes, em pratos doces ou salgados. SAÚDE É bom para Pessoas em regime de emagrecimento ou que querem manter a forma, pois tem pouca caloria; e diminuir o risco de doenças cardiovasculares, porque contém ácidos fenólicos. É ruim para Consumir quando não está bem madura, pois, pelo teor de taninos, é muito adstringente, retarda o esvaziamento gástrico e interfere no aproveitamento das proteínas. COMO SE ESCOLHE Encontram-se romãs em feiras livres, supermercados e hortifrútis. Compre-as sempre maduras. Para reconhecer, veja se têm a casca esticada e fina, bem rígida. À medida que amadurecem na árvore, a casca estica tanto que racha. Se forem apanhadas na árvore, podem ser consumidas assim. Mas não compre romãs rachadas no comércio, pois ficam expostas a contaminações. Evite também se estiverem amassadas. A casca deve ser brilhante, com a cor amarelada ou vermelha viva. Ao abrir, veja se as sementes estão firmes, translúcidas, com a cor variando do rosa-claro ao vermelho. Quanto mais intensa a cor, mais doce o suco. Frutas maduras podem ser guardadas na geladeira por até 2 semanas. COMO SE PREPARA Pode ser consumida ao natural. Parta-a com um corte superficial na casca, separe as duas metades com as mãos e retire as sementes. Chupe os grãos e descarte as sementes, pois têm sabor adstringente. Pode-se usá-las para decorar pratos doces ou salgados. As romãs têm metade de seu peso em suco. Para extraí-lo, ponha as sementes em espremedor de batatas e esprema. O suco pode ser usado em marinada para carnes, para aromatizar e/ou colorir sobremesas, fazer sorvete, gelatina e refresco. Faça sorbet. Misture 2 xíc. de suco com 1/2 xíc. de açúcar e 1 col. (chá) de gelatina em pó branca hidratada em água e derretida. Junte 2 xíc. de leite frio. Misture e então coloque na sorveteira. FICHA TÉCNICA Suco fresco de 100 g de romã contém: Calorias - 67,5 Carboidratos - 17,1 g Proteína - 0,954 g Gordura - 0,298 g Fibras - 0,649 g Vit. B1 - 0,029 mg Vit. B6 - 0,105 mg Niacina - 0,3 mg Ác. pant. - 0,596 mg Vit. C - 6,09 mg Cálcio - 3,24 mg Ferro - 0,05 mg Magnésio - 4 mg Fósforo - 4 mg Potássio - 28 mg Zinco - 0,13 mg Selênio - 0,6 mcg Sódio - 27 mg MINHA RECEITA Minha família costuma servir este ponche de romã nas festas de passagem de ano. É refrescante e, claro, dá sorte. Ponha 1/2 xíc. de laranja descascada e picada, sem sementes, numa tigela funda. Junte 1/4 de xíc. de pêssego picado, 6 rodelas de limão bem finas, picadas em cubos, 1/4 de xícara de maçã picada e 15 cerejas. Incorpore 1/4 de xíc. de conhaque e 1/4 de xícara de licor de laranja. Misture bem. Reserve na geladeira. Antes de servir, acrescente 16 cubos de gelo triturados, 2 garrafas de champanhe gelado e 2 xíc. de refrigerante sabor limão. Sirva salpicado com sementes de 3 romãs.