Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Ricky Martin: sair do armário foi difícil

O cantor Ricky Martin diz que assumir a homossexualidade foi uma batalha muito grande, por conta da pressão da carreira

Redação Publicado em 07/05/2011, às 20h59 - Atualizado às 22h01

Ricky Martin e o namorado, Carlos González - Reprodução
Ricky Martin e o namorado, Carlos González - Reprodução
O cantor Ricky Martin revelou no ano passado que é homossexual em uma mensagem emotiva no seu site e admite que levou anos para ser honesto com seus fãs e consigo mesmo por causa da pressão da sociedade e da carreira. "Ser Ricky Martin naquela época e o que eu estava pensando não eram coisas compatíveis", afirmou em entrevista ao The Tonight Show with Jay Leno. "Eu era um símbolo sexual e precisava dançar e precisava enlouquecer as meninas. Eu não podia dizer que eu era gay. Foi uma batalha muito grande. Eu pensava, baseado na religião e na sociedade, que era algo ruim. Tenho muita sorte hoje que o que eu tenho na minha mente é amor, e eu estou muito feliz." Ricky, que teve os gêmeos Matteo e Valentino em agosto de 2008 através de uma mãe de aluguel, ficou surpreso como as pessoas não se importaram quando ele saiu do armário. Mas admite que ele teve que esperar até sentir que o momento era certo para revelar que ele era gay. "Muitas pessoas falaram 'qual é a novidade?'. Mas eram meus próprios medos e conflitos, e eu sei que há muitos homens e mulheres que estão lutando contra isso."