Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

RICARDO ARJONA: A FACE MODERNIZADA DO POP LATINO

O cantor e compositor nascido na Guatemala revela como lida com o sucesso e a vida pessoal

Redação Publicado em 30/12/2008, às 14h48 - Atualizado em 31/12/2008, às 11h59

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
O cantor e compositor Ricardo Arjona (44) é um fenômeno da música latina. Nascido na Guatemala, é o intérprete da América Central mais premiado (três Grammy Latino em 2006 e um em 2007) e conhecido internacionalmente. Fã de Chico Buarque (64), Caetano Veloso (66) e Gilberto Gil (66), o artista pop considera o Brasil um dos lugares mais musicais do mundo e diz que gostaria de incluir o país na turnê de lançamento do CD Quinto Piso. Vivendo no México e longe dos filhos, Adria e Ricardo, que moram com sua ex-mulher Leslie Torres em Miami, ele conta como a relação com a família o fortalece e fala de que forma encara o sucesso. - Como é conquistar a fama nos EUA? - Não vivo em função do sucesso. Não gosto de acreditar demais nos êxitos porque quando isso acontece a pessoa começa a sofrer. - Ganhar o Grammy ajudou a solidificar seu nome no mercado internacional? - Pode soar estranho, mas não acho que se deva fazer discos para ganhar prêmios. Trabalho para compor as canções que gosto. - Você aprecia a música brasileira? - Considero o Brasil um dos pontos do planeta de maior musicalidade. Já estive no Rio e vi músicos fantásticos tocando em bares. - Em março você inicia turnê para divulgar o álbum Quinto Piso. Quais as expectativas? - Começaremos pela Espanha e faremos praticamente toda a América Latina. Espero que possamos tocar no Brasil. - Como lida com a distância dos filhos? - Embora eu viva no México, estamos em contato constante. Temos uma relação fantástica, eles são um pilar importante para mim.