Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Record critica atitudes de Datena

Em nota oficial, a Rede Record declarou “repudiar os ataques que sofreu por parte de José Luiz Datena”; apresentador disse “não temer” a emissora em seu programa pela Band; briga entre Datena e Record corre na justiça

Redação Publicado em 05/10/2011, às 12h08 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

Datena - Divulgação / Band
Datena - Divulgação / Band

Em seu programa na última terça-feira, 4, pela Band, José Luiz Datena (54) atacou a Rede Record - emissora com quem o apresentador selou compromisso de cinco anos, tendo permanecido somente dois meses na casa - que entrou na justiça contra o âncora por quebra de contrato.

“Eu não tenho medo de absolutamente ninguém, não. Vocês pensam que vocês vão me intimidar? Vocês não vão me intimidar. Em respeito ao Bispo Edir Macedo, eu não vou dar respostas, porque se eu quisesse, eu ‘lenhava’ vocês de cima em baixo, de ponta a cabeça”, disparou o apresentador, que alegou censura para justificar sua saída da emissora. “A resposta que eu tenho que dar para vocês é na justiça, nos termos da lei, eu confio na justiça. Acha que tenho medo de vocês? Acham que vocês mandam no mundo? A hora que eu começar a falar, vou falar para cacete. Pode esperar que falo sem parar”, continuou.

Em resposta, a Rede Record enviou um comunicado à imprensa declarando repudiar tais atitudes. “Datena usa constantemente de concessão pública, um programa de televisão, para ofender a justiça e, este sim, tenta intimidar a nossa empresa que, democraticamente, espera a decisão da magistratura”.

A briga entre ambas as partes corre na justiça, desde que a Record abriu processo sob a defesa de que o apresentador rompeu o contrato unilateralmente, alegando ainda possuir os contratos e documentos assinados por Datena de livre e espontânea vontade que comprovam seu compromisso com o canal.

“A Record reafirma a sua confiança na justiça e informa que, apesar da falta de serenidade das ofensas que vem sofrendo, pretende se manifestar apenas nas ações e processos que estão em andamento no Poder Judiciário”, conclui a nota.