Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Professor da NYU é demitido por atribuir nota baixa ao ator James Franco

Ex-professor da New York University processa NYU e alega ter sido demitido por atribuir uma nota 'D' ao ator James Franco em disciplina do curso

Redação Publicado em 20/12/2011, às 03h34 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

James Franco - Getty Images
James Franco - Getty Images

Um ex-professor da New York University afirma ter sido demitido no último mês por ousar atribuir uma nota D ao ator James Franco (33). José Angel Santana, que lecionou a disciplina Direção de Atores a Franco, está processando a NYU pelo seu emprego de volta, e reivindica a demissão injusta por ser “um hispânico com a audácia de dar a Franco uma nota baixa”, de acordo com as acusações presentes no processo.

De acordo com o documento, Santana atribuiu a nota D ao ator por faltar a 12 das 14 aulas ministradas no curso. Quando a direção da universidade soube do caso, Santana diz ter sofrido todos os tipos de humilhação pública da própria NYU e de James Franco, que culminou na demissão do professor.

Segundo Santana, outros professores tietavam Franco, como seu colega de universidade Jay Anania, que o ator contratou para escrever e dirigir o filme Shadows & Lies.

Na minha opinião, transformaram a NYU em uma mercadoria para os fins de James Franco, uma posse, algo que se pode comprar”, polemizou o professor.

Em entrevista ao vivo no TMZ Live na noite desta segunda-feira, 19, José Angel Santana disse que em suas aulas, até considerava James Franco um bom aluno. O problema é que ele frequentou apenas 2 de 14 aulas.