Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Solteiro mais cobiçado do mundo, príncipe Harry teme não achar a sua princesa

Príncipe Harry não sabe se irá encontrar uma mulher disposta a assumir a responsabilidade dos compromissos reais

Redação Publicado em 14/03/2012, às 17h21 - Atualizado às 17h27

Príncipe Harry - Getty Images
Príncipe Harry - Getty Images

Com o irmão, príncipe William (29), já vivendo o seu conto de fadas com Kate Middleton (30), príncipe Harry (27) também começa a se preocupar com o seu futuro casamento. Considerado o solteiro mais cobiçado do mundo, ele revelou que tem medo de não achar uma mulher ideal para ocupar o título de princesa ao seu lado e todas as responsabilidades de seus compromissos reais. Isso porque, segundo ele, o seu papel como membro da realeza pode assustar as mulheres e não é como nas histórias infantis. “Não, não mesmo! É tipo: ‘Oh meu Deus, ele é um príncipe’. Mas não. O trabalho que isso implica, quero dizer, olhe para mim. Eu tenho 27 anos e não estou exatamente no caminho de achar alguém para cumprir o papel, e principalmente, uma pessoa que esteja disposta a assumir [as responsabilidades]”, contou o filho da princesa Diana (1961-1997)e de príncipe Charles (63), de acordo com o tabloide Daily Mail.

Apesar de ainda não ter encontrado a mulher para viver feliz para sempre, Harry tem tido as suas tentativas. O relacionamento mais sério dele foi com Chelsy Davy, com quem namorou por 5 anos, mas terminou em 2009 porque ela não queria assumir os compromissos de ser parte da realeza. O neto da rainha Elizabeth II (85) também já teve um breve affaire com a modelo Florence Brudenell-Bruce e a apresentadora de TV Caroline Flack. Além disso, na época do casamento de príncipe William, alguns boatos diziam que ele estaria interessado na cunhada, Pippa Middleton(28).

Na última semana, Harry esteve no Brasil para celebrar o Jubileu de Diamante de sua avó, a rainha Elizabeth II, e marcou presença em alguns eventos. No Rio de Janeiro, ele visitou o Morro da Urca, em que conferiu uma apresentação da escola de samba União da Ilha do Governador, e também foi ao Complexo do Alemão. E em São Paulo, o príncipe participou de um jogo de polo beneficente em Monte Mor.