Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

PRÊT-À-PORTER HIVER 2008/09 - GALLIANO

Anos 20 + anos 40 = mulher 2008??!!

<img src="/imagens/2484/20080918120000_2484_thumbnail.jpg" border="0" alt="Regina Guerreiro" align="left"> Regina Guerreiro Publicado em 09/06/2008, às 12h09

PRÊT-À-PORTER HIVER 2008/09 - GALLIANO
PRÊT-À-PORTER HIVER 2008/09 - GALLIANO
Aiaiai, nem Galliano - provavelmente o criador mais "arrebatador" do planeta Terra - se livra, mas não se livra mesmo, dos momentos apoteóticos da História da moda. Vai daí que vivemos (como ele...) nos alimentando de passado: looks anos 20, anos 30, 40, 50 e por aí afora. Podemos até tentar camuflar as regras do jogo (encompridar aqui, encurtar ali), mas... no fundo, no fundo, repetimos (incansavelmente?) os mesmos roteiros, as mesmas cenas, os mesmos filmes, os mesmos visús em diferentes "releituras". Claro, o resultado desse "blend" pode ser fresh, mas, às vezes, nem tanto... O perigo - em caso de exagero - é o tal "new-look" ficar meio" rançoso", ou - digamos - caricato. Cuidadinho, darling. Use (porque existem roupas realmente estupendas), mas não abuse, afinal você é uma mulher now, completamente 2008. Seria uma reprisefashion de alto risco querer dar uma de Zelda Fitzgerald anos 20/30, ou de uma deusa dos anos 40, tipo Ritinha/Ritona Hayworth... Ou, mais pretensioso, tentar "exalar" o clima resplandescente de Paul Poiret, só possível no comecinho do século XIX. Enfim, vamos nessa. Aposte (outra vez...) nas calças de harém, nos tecidos preciosíssimos, nos vestidos longos com as pontas em lenços, nos drapeados sensuais, nos bordados cinematográficos, nas estampas gráficas ou extrafloridas (como antes & depois da guerra), nos chiffons nuvens dos anos dourados, nos cortes enviesados, nos casaquetos curtos de pele (lindos!), de gola funil e mangas "falando pelos cotovelos"... Chapéus, como sempre absolutamente "incríveis", emplumados, torcidos (lembrando "torsades" de algodão doce) ou tricotados, estufados. O que mais?? A estréia de uma coleção de jóiasbijoux (ou bijoux-jóias?) assinadérrima por Galliano. São um tanto quanto complicadas, "empedradas" (quasequase empetecadas...), mas se não fossem assim não seriam Galliano, não é mesmo??