Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Por onde andam os atores de 'Curtindo a Vida Adoidado'?

Redação Publicado em 01/02/2012, às 18h25 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

Alan Ruck, Mia Sara e Matthew Broderick - Reprodução
Alan Ruck, Mia Sara e Matthew Broderick - Reprodução
Vinte e seis anos após o sucesso de 'Curtindo a Vida Adoidado', um vídeo em que o ator Matthew Broderick refaz a famosa pergunta 'Como eu poderia trabalhar em um dia como o de hoje?' levantou a suspeita de que uma sequência. Mas o que têm feito Broderick e seus companheiros de elenco na comédia adolescente esses anos todos?

"Como eu poderia trabalhar em um dia como o de hoje?". Matthew Broderick (49) tinha apenas 24 anos, aparentava menos, e ainda nem sonhava em se envolver Sarah Jessica Parker (46) quando estrelou, em 1986, o clássico Curtindo a Vida Adoidado. Vinte e seis anos depois, a famosa interrogativa de Ferris Bueller que inicia esse texto foi repetida pelo ator em um vídeo publicado na internet. Os fãs do filme ficaram alvoroçados.

Broderick, casado com Sarah Jessica desde 1997 e pai de três filhos - James (9) e as gêmeas Marion e Tabitha (2) -, tem no currículo dezenas de outros personagens nas telonas, como o Nick Tatopoulos de Godzilla (1988) e o personagem-título de Inspetor Buginganga (1999). Deu voz a Simba na franquia O Rei Leão (1994, 1998 e 2004). Seu trabalho mais recente foi como o Chase Fitzhug de Roubo nas Alturas (2011), filme estrelado por Ben Stiller (46) e Eddie Murphy (50).

Paralelamente ao cinema, o ator investiu na carreira no teatro. O maior êxito foi a interpretação, na década de 1990, de J. Pierrepont Finch no musical How to Succeed in Business Without Really Trying - pela qual foi premiado com o Tony Award, o Oscar da Broadway. O espetáculo está em cartaz até hoje, e o personagem que um dia foi de Broderick já esteve sob a responsabilidade de Daniel Radcliffe (22) e está, atualmente, a cargo de Nick Jonas (19). Em 2001, Broderick também participou da montagem de Os Produtores, que em 2005 ganhou versão para os cinemas.

Mas foi mesmo como Ferris Bueller - o rapaz que finge estar doente para matar aula com o melhor amigo e a namorada - que Broderick ficou conhecido. Ao lado dele, protagonizaram o longa dirigido por John Hughes (61) os atores Alan Ruck (55) - como Cameron Frye, o amigo rico e impopular - e Mia Sara (44) - Sloane Peterson, a namorada britânica de Ferris. Até hoje, os dois também são mais lembrados pela atuação em Curtindo A Vida Adoidado.

Ruck continuou se dedicando ao cinema, mas investiu em personagens para a TV. O mais recente é o Dr. Krick da série sobrenatural Fringe. Entre outras produções, participou ainda de CSI, FlashFoward, Justiça Sem Limites e Spin City. Mia Sara - que também se destacou no papel de Melissa Walker, esposa de Jean-Claude Van Damme (51) em Guardião do Tempo (1994) - tem uma carreira igualmente focada em televisão. Pôde ser vista nas séries Chicago Hope e Mulher Gato. Em 2011, interpretou a princesa Lanwidere em uma adaptação de O Mágico de Oz no formato de minissérie.

Assim como o trio do elenco principal, outros atores do filme acabaram se tornando mais conhecidos pela participação em Curtindo a Vida Adoidado. Entre eles estão Lyman Ward (70) e Cindy Pickett (64) - Tom e Katie Bueller, pais de Ferris que, curiosamente, foram casados na vida real, após as filmagens. Jennifer Grey (51) - Jeanie, a irmã - protagonizou Dirty Dancing (1987) ao lado de Patrick Swayze (1952-2009). Em 2009, venceu o Dancing With The Stars - a Dança das Estrelas da TV norte-americana. Entre outras séries, participou de House, em 2010.

O vídeo em que Broaderick repete a célebre frase de seu personagem mais famoso indica que vem aí uma sequência, com Ferris quase cinquentão? Ou trata-se de um viral para o lançamento de algum produto? A resposta está prometida para domingo, 5, na Super Bowl - a final do campeonato de futebol americano.