Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Gravadora derruba liminar que permitia Paula Fernandes administrar a própria carreira

Paula Fernandes perde na justiça a liminar que permitia seus assessores pessoais agendarem os próprios shows. A gravadora Talismã Music garantiu na justiça o contrato com a artista até 2014

Redação Publicado em 25/09/2012, às 15h38 - Atualizado às 15h54

Paula Fernandes - Manuela Scarpa/Foto RioNews
Paula Fernandes - Manuela Scarpa/Foto RioNews

Paula Fernandes(28) perdeu na justiça nesta terça-feira (25) a liminar que permitia seus assessores pessoais agendarem os próprios shows. De acordo com a assessoria da Talismã Music, a partir de agora a gravadora é a única responsável pelo contrato de novos trabalhos. “Qualquer contrato artístico envolvendo a cantora deve ser estruturado ao amparo do contrato firmado com a Talismã Music”, divulgou, por meio de nota oficial.

A nota informa ainda que, apesar da liminar, não existe nenhum atrito com a cantora fora dos tribunais. “Independente das posições firmadas em juízo, a gravadora reafirma o apreço e o respeito profissional mantido pela Paula Fernandes”. 

No fim de agosto, a artista entrou com pedido na Justiça para rescindir contrato com a gravadora, que a representa desde 2008, uma vez que queria administrar sua carreira através da empresa Jeito de Mato, da qual é uma das sócias. Agora, a gravadora possui contrato fechado com a cantora até 2014.