Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Patrícia Pillar se despede de 'Lado a Lado': 'Tive muito prazer em fazer'

Após interpretar Constância, Patrícia Pillar diz que não sentirá falta da vilã: 'Quando vai embora, vai embora'

Redação Publicado em 07/03/2013, às 17h12 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Constância (Patrícia Pillar) em 'Lado a Lado' - TV Globo / João Miguel Júnior
Constância (Patrícia Pillar) em 'Lado a Lado' - TV Globo / João Miguel Júnior

A novela Lado a Lado chegará ao fim na próxima sexta-feira, 8, e deixará saudades nos atores e nos telespectadores. Intérprete de Constância, a atriz Patrícia Pillar (49) será uma das que irá sentir falta do convívio com os colegas. “Foi um personagem que eu tive muito prazer em fazer. É muito rica, complexa e muito bem compartilhado este trabalho com grandes profissionais, liderados com grande maestria e de forma muito carinhosa por Vinícius Coimbra e Dennis Carvalho. Eu adorei essa novela, fui muito feliz! Também vou sentir muita falta das pessoas. Foi um ambiente delicioso de trabalho”, declarou ao site oficial do folhetim.

Mas, a artista revela que não ficará saudosista em relação a sua personagem. “As coisas tem um tempo, tem uma função. Elas chegam e acabam. Eu gosto de aproveitar ao máximo um personagem, aprender com ele mas, quando vai embora, vai embora. Sai uma personagem para daqui a pouco chegar outra”, contou, completando sobre as atitudes más da ex-baronesa. “Ela é cruel, aprendeu a viver a vida assim: a usar as pessoas, a achar que as pessoas são inferiores, tratar as pessoas de cima para baixo. Talvez isso seja importante para mostrar o quão absurdo é existir uma pessoa como ela.

Com o fim da história, Pillar escolhe as suas cenas favoritas em Lado a Lado. Ela lembra com carinho da sequência da chegada da luz elétrica. “Quando Constância e Carlota vão à casa de Laura, elas passam o tempo todo dizendo o que a luz elétrica vai trazer de ruim. Constância é muito inteligente e lúcida em certos aspectos”, afirmou, contando ainda as reclamações de violência da personagem. “’A violência só aumenta nessa cidade. Se continuar assim, vamos ficar cercados de grades por todos os lados’. São frases engraçadas porque para a época poderiam parecer absurdas mas, à luz de hoje, sabemos que era pura verdade”, relembrou.