Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

PARIS by CIBELE: Renoir no século 20

Exposição em Paris exibe 110 obras do artista impressionista no Grand Palais. Mostra também pode ser vista, parcialmente, pela internet

Redação Publicado em 10/12/2009, às 14h19

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Cartaz da exposição de Renoir. Femme à la collerette rouge, por volta de 1896, Auguste Renoir - Reprodução
Cartaz da exposição de Renoir. Femme à la collerette rouge, por volta de 1896, Auguste Renoir - Reprodução
Mesmo no começo do inverno em Paris, quando chegamos a tremer de frio até na barriga e vemos o dia anoitecer mais rápido (às 17h30 já está escuro), lembramos que temos muitos motivos para sorrir. Mesmo que a boca congele no meio do sorriso. É o caso da exposição Renoir au XX Siècle nas Galeries Nationales du Grand Palais, na qual são exibidas 110 obras do grande artista impressionista. "Começo a aprender a pintar. Precisei de mais de cinqüenta anos de trabalho para chegar a esse resultado, bem incompleto ainda", declarou Pierre-Auguste Renoir (1841-1919) em 1913, no momento em que podia ser vista na Galeria Bernheim-Jeune, em Paris, uma importante mostra de suas obras, entre elas alguns de seus famosos nus. Mas o que vemos desta vez no Grand Palais não é o talento impressionista do mestre. É o Renoir no final de sua vida, com suas pinturas decorativas, desenhos e esculturas, vindas de coleções do mundo inteiro, públicas ou privadas. Uma época talvez não devidamente reconhecida de sua obra do artista, mas que influenciou gênios como Pablo Picasso (1881-1973) e Henri Matisse (1869-1954). Para quem estiver por aqui, vale dar uma passada (ou perder algumas boas horas) na exibição. Ficou curioso, mas não pode vir ao Grand Palais? Simples como roubar doce de criança. Dá para ver um pouco da exposição online pela Internet clicando aqui ou a apresentação de sua cronologia acessando por aqui. A exposição está em cartaz até o dia 4 de janeiro de 2010 nas Galeries Nationales do Grand Palais (3, avenue du General Eisenhower - 75008 - Paris/ Telefone: 01 44 13 17 17) Abertura de sexta a segunda das 9h30 às 22h, quarta das 10h às 22h e quinta, das 10h às 22h. Fechado às terças-feiras. Preço: 11 €. Depois de Paris, a mostra segue para Los Angeles, no County Museum, de 14 de fevereiro a 9 de maio de 2010, depois para Filadéfia, no Philadelphia Museum of Art, de 12 junho a 5 de setembro de 2010.