Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Confira as páginas do processo do acusado de vazar imagens de vips

Após vazarem as fotos de Scarlett Johansson em momentos íntimos, FBI prende acusado e páginas do processo são divulgadas

Redação Publicado em 12/10/2011, às 17h24 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

Scarlett Johansson - Getty Images
Scarlett Johansson - Getty Images

Nesta quarta-feira, 12, foram divulgadas as páginas do processo de acusação que prendeu o responsável por hackear páginas pessoais de celebridades de Hollywood. O FBI anunciou que uma pessoa está presa, como resultado das investigações que foram iniciadas após o caso que envolveu a atriz Scarlett Johansson (26), que aparece nua ou semi-nua em algumas imagens.

O processo tem a ver com os casos que envolvem os nomes de Scarlett, Christina Aguilera (30) e Mila Kunis (28), em que a polícia identificou um réu, Christopher Chaney, que cometeu violações a privacidade, como entrar  e danificar computadores sem autorização e colocar escutas. Segundo documentos, ele usava pseudônimos para fazer os acessos e divulgava as informações de suas vítimas.

As páginas do documento mostram que Chaney mora em Jacksonville, Flórida, e acessou cerca de 50 contas de diferentes pessoas, sendo que muitas moram em Los Angeles, Califórnia. Ele conseguia obter as informações de celebridades porque fazia com que os emails mandassem cópias para a sua página pessoal e distribuía para outros.