Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS

Omar Salomão acompanhado da mãe na abertura de exposição

Omar Salomão, talento com DNA e originalidade

Redação Publicado em 11/10/2011, às 15h09 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

Omar abraça a mãe, Marta Braga, na abertura da mostra que mistura fotografia e poesia. Os elogios de Vanessa Lóes, Débora Lamm e Paula Burlamaqui. - Gianne Carvalho
Omar abraça a mãe, Marta Braga, na abertura da mostra que mistura fotografia e poesia. Os elogios de Vanessa Lóes, Débora Lamm e Paula Burlamaqui. - Gianne Carvalho

Além da namorada, Virginia Cavendish (40), Omar Salomão (28) também teve o apoio irrestrito da mãe, Marta Braga, na abertura de sua exposição, no Rio. “Vida de artista é sempre uma luta. Mas minha mãe nunca deixou de me incentivar. É uma das pessoas com quem mais dialogo. Em nossas conversas sempre tenho insights, ideias”, contou ele, diante da obra Turbulências São Apenas Nuvens no Caminho 1. “Grande parte desse trabalho vem de influências não só do meu pai, Waly Salomão, como da minha mãe. Ela toca piano, pinta, fotografa. Nossa casa sempre foi muito artística.”

A influência paterna também é ressaltada. Parceiro de Caetano Veloso (69) e Gilberto Gil (69), e autor de clássicos como Vapor Barato, com Jards Macalé (68), Waly, morto em 2003, também brilhou na literatura, ganhou o Prêmio Jabuti em 1997, com o livro Algaravias. “Pai é pai. Mas, mesmo se não gostasse do que ele fez, seria uma influência de qualquer forma. Adoro a sua poesia. É algo que trago sempre comigo”, explicou Omar, autor do livro À Deriva, lançado em 2005, que recebeu ainda na mostra as atrizes Débora Lamm (33), Paula Burlamaqui (44) e Vanessa Lóes (39).