Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

O TRIUNFO DA PECUARISTA E CANTORA IVETE SANGALO

Baiana organiza segundo leilão de Nelore em Salvador e recebe políticos e criadores

Redação Publicado em 16/12/2008, às 20h08 - Atualizado às 20h40

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Ivete Sangalo (36) segue fazendo sucesso no agronegócio com o Leilão Levanta Poeira, que criou no ano passado, em parceria com seus sócios Olavo Monteiro de Carvalho (67) e Mauricio Odebrecht (36). Na segunda edição, o evento voltou a bater recordes de faturamento na venda de gado Nelore. A platéia de 700 pecuaristas de várias partes do país, em uma elegante tenda climatizada e decorada com palmeiras imperiais e 17 lustres de cristal no Gran Hotel Stella Maris, de Salvador, se agitou quando um lote com embriões das vacas Betina da Sabiá e Essência foi vendido por 644000 reais. "Nunca se viu nada igual num leilão Nelore", comemorou Olavo, ao lado da namorada Claudia Reali (50). O faturamento total foi de mais de 3,7 milhões de reais, e a média dos lotes - 150000 -, outro recorde. "É uma grande festa de negócios com jeito baiano", avaliou Emilio Odebrecht (63), pai de Mauricio e presidente do conselho de administração da Odebrecht S.A. As vacas foram mostradas em imagens tridimensionais projetadas com a técnica da holografia, e o evento foi transmitido ao vivo pelo Canal Rural. Ivete não apareceu durante o pregão, recebendo os convidados ao final, com um show no salão ao lado do evento. "Este show é para comemorar nosso grande sucesso com o leilão nelorista", explicou. Na platéia, os ex-governadores Orestes Quércia (70), de São Paulo, e Joaquim Roriz (72), do Distrito Federal, entre outros grandes empresários e criadores. No buffet, organizado pelos irmãos Denize e Milton Martinelli (58), petiscos como suflê de lagostim, carpacio de salmão, queijo brie em favos de mel e duo de frutos do mar. Ivete cantou até o início da madrugada, e na noite seguinte estava no Carnatal, de Natal, no Rio Grande do Norte.