Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

O Pro-Am Caras festeja seus campeões

Gustavo, Kadu, Letícia e Joaquim brindam ao badalado US Open em New York

Redação Publicado em 18/09/2012, às 14h21 - Atualizado em 19/09/2012, às 00h00

Gustavo Leão, Kadu Moliterno, Letícia Birkheuer,Carlos Alberto Kirmayr e Joaquim Lopes. - Cadu Pilotto, Fernando Lemos, Jaime Borquez, Jayme de Carvalho Jr., Martin Gurfein, Selmy Yassuda e Victor Sokolowicz
Gustavo Leão, Kadu Moliterno, Letícia Birkheuer,Carlos Alberto Kirmayr e Joaquim Lopes. - Cadu Pilotto, Fernando Lemos, Jaime Borquez, Jayme de Carvalho Jr., Martin Gurfein, Selmy Yassuda e Victor Sokolowicz

Após a disputa acirrada contra o ator Joaquim Lopes (32) e o sueco Mikael Pernfors (49), Kadu Moliterno (60) confessa que precisou de um tempo para se convencer que ganhou o Pro-AM CARAS US Open 2012 ao lado do sueco Mats Wilander (48), ex-número 1 do mundo e vencedor de sete Grand Slams em simples. “A ficha demorou para cair. Não esperava mesmo levar esse título”, diverte-se o ator, que só acreditou no feito ao longo da emocionante premiação no Castelo de CARAS, em Tarrytown, New York. “Fiquei com o gostinho de quase ter ganho. É um jogo que você precisa de frieza e preparo mental. Creio que tenho esses atributos. Não curti perder. Na próxima, eu ganho”, lamenta Joaquim, convidando o campeão para uma revanche. “A turma é animada, podemos marcar. Acredito que será outra grande partida”, acrescenta Kadu.

Ovacionados pelos convidados, os dois primeiros colocados juntaram-se ao terceiro, Gustavo Leão (25), para brindar ao triunfo e receber seus troféus, além de câmeras Canon, do treinador Carlos Alberto Kirmayr (61). “Que honra ficar tão perto e ser parabenizado por um ícone do tênis. Isso só me motiva a continuar me aperfeiçoando”, ressalta Gustavo, de cabelo alongado por causa do novo trabalho na TV, a minissérie da Record José – De Escravo a Governador, prevista para janeiro.

Kirmayr também teve a difícil tarefa de escolher o destaque do time. “Todos são muito esforçados”, avalia ele, apontando Letícia Birkheuer (34) para o posto. “Estava há muito tempo sem jogar, por causa da gravidez e depois com os cuidados com o bebê e o meu marido, Alexandre. Mas voltei aos poucos e adorei esse reconhecimento”, agradece a mãe de João Guilherme (11 meses), vencedora do Pro-AM em 2010. “As mulheres também estão podendo”, atesta a atriz, que ganhou duas passagens de classe executiva da Delta para a Big Apple.