Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

O FIM DA UNIÃO DE ELIANA E EDUARDO GUEDES

ESTRELA TIRA A ALIANÇA E, FIRME E SERENA, ENCONTRA APOIO NA FAMÍLIA E NOS AMIGOS

Redação Publicado em 25/04/2007, às 09h48 - Atualizado em 17/09/2012, às 00h43

Domingo, 22, quatro dias após a separação, Eliana curte almoço no Figueira Rubaiyat com a mãe, Eva, os sobrinhos e um casal de amigos
Domingo, 22, quatro dias após a separação, Eliana curte almoço no Figueira Rubaiyat com a mãe, Eva, os sobrinhos e um casal de amigos
por Guta Raeder Quando o assunto é amor, podemos recorrer às palavras sábias do nosso poeta maior das paixões, Vinicius de Moraes(1913-1980), que, em seu Soneto da Fidelidade, versou: "Que não seja imortal, posto que é chama. Mas que seja infinito enquanto dure." Para este caminho seguiu o casamento dos apresentadores da TV Record Eliana (33) e Eduardo Guedes(33), dois anos e quatro meses após a boda que os uniu no dia 11 de dezembro de 2004 em cerimônia na mansão dela, em condomínio de luxo na Grande São Paulo. A casa, decorada com mais de mil mudas de orquídeas farenópolis brancas, foi o palco onde cerca de 700 convidados prestigiaram a união religiosa. O sonho do casamento perfeito, no entanto, chegou ao fim na noite da quarta-feira, 18 de abril, quando sua assessoria enviou um comunicado à imprensa informando sobre a separação. Enquanto Eliana aguardava na casa de sua mãe, d. Eva (66), Eduardo arrumava seus pertences e rumava para um flat em São Paulo. Ironicamente, na manhã do mesmo dia, Eduardo falara sobre a relação entre homens e mulheres durante o programa matinal Hoje em Dia, que apresenta com Ana Hickmann (26) e Britto Jr. (43). Quando Britto perguntou diretamente sobre o que poderia ter sido diferente na sua relação com Eliana, o empresário do ramo de sorvetes que se tornou apresentador da Record após desposar a estrela da emissora respondeu: "Eu tenho uma opinião sobre os dias de hoje e acho que isto não diz respeito só a mim, diz respeito à competitividade que a gente tem na vida, diz respeito à loucura que é morar em uma cidade grande", disse Eduardo. E acrescentou: "Eu saio de casa muito cedo, comecei a trabalhar cedo também, fui acumulando trabalho. Muitas vezes a gente não tem qualidade de vida, se for analisar no aspecto de horário. Isso é um problema meu e então tenho que pensar o seguinte: o que eu posso fazer para melhorar isto? Diminuir trabalho. Porque quando chego em casa, a minha cabeça ainda está com 'aquilo' e estou pensando no dia seguinte, pensando no outro dia, pensando na semana ou no fim de semana. Muitas vezes no comércio tenho de trabalhar no final de semana também. Feriado você não tem. Minha agenda só tem trabalho. Esse é um problema que tenho hoje", concluiu, dando a entender que, talvez, o motivo da separação possa ter sido o estresse acarretado pelo excesso de trabalho. Trabalho, realmente, ambos têm de sobra. Na semana da separação, Eliana acumulou gravações e eventos. No dia seguinte ao comunicado oficial, Eliana - que, a conselho de seu advogado, optou por não se pronunciar sobre os motivos do término do relacionamento - saiu da Record, onde grava o seu programa dominical Tudo é Possível, apenas às 22 horas. Na sexta-feira, 20, a apresentadora teve uma reunião durante o almoço, no restaurante Carlota, no bairro de Higienópolis. Em seguida, foi para o seu escritório, no Itaim, para mais uma tarde de trabalho, que inclui análise de produtos para licenciamento e uma agenda concorrida de eventos a participar. Enquanto isso, Eduardo também se dedicou ao trabalho. Pela manhã, gravou seu programa; à tarde teve reuniões. O casal, que há poucos anos fazia juras de amor eterno, segundo a assessoria de Eliana, optou pela separação judicial amigável. Amizade, no entanto, aparentemente não deve restar entre a dupla. "É uma relação desgastada, que há muito tempo está para terminar. E não tem volta", confirmam amigos do ex-casal. Ainda durante o casamento, houve rumores de que o par estaria passando por dificuldades porque Eduardo queria filhos e Eliana não. A assessora da apresentadora, Cíntia Araium (34) afirma: "Eliana não queria ter um filho porque o relacionamento não estava bem. Não havia mais sintonia entre o casal. Mas constituir uma família sempre foi e continua sendo o grande sonho da vida dela, que é muito ligada a família." Ainda abalada, a bela buscou na família e nos amigos o conforto para o momento delicado pelo qual passa. Não se furtou, no entanto, a tentar manter normal a rotina. Quando não está trabalhando, Eliana se distrai com os amigos e com parentes, especialmente a mãe, d. Eva. A apresentadora passou o fim de semana em casa, onde continuará morando, e de lá saiu apenas no domingo, quando almoçou com d. Eva, os sobrinhos Guilherme e Gustavo, filhos da única irmã, Helena(43), e um casal de amigos no restaurante Figueira Rubaiyat, nos Jardins. Já o ex antecipou como passará os próximo dias. "Estou dedicado ao trabalho e à reforma do meu apartamento", disse ele. Prestes a assinar a renovação de contrato com a Record, Eduardo se hospedará por dois meses em um flat até o término das obras do novo endereço, em Moema, próximo a sua sorveteria, a Stuppendo. No cardápio, segue como destaque o sorvete de bem-casado, criado em homenagem à Eliana e servido pela primeira vez no casamento dos dois.FOTOS: CASIANO DE SOUZA / CBS IMAGENS E BRUNO BARRIGUELLI / B.A.R