Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

NOBEL UNE RAINHA SILVIA E SCARLETT JOHANSSON

A realeza sueca entrega o tradicional prêmio em festa prestigiada por estrelas de Hollywood

Redação Publicado em 17/12/2008, às 11h50 - Atualizado às 11h56

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Data da morte do químico e inventor sueco Alfred Nobel (1833-1896), o dia 10 de dezembro marca, atualmente, o encontro de figuras célebres do cenário mundial para a entrega do Prêmio Nobel. Como acontece tradicionalmente, as cidades de Oslo, na Noruega, e Estocolmo, na Suécia, se dividiram entre a realização do evento, que reuniu a família real sueca, alguns dos mais renomados cientistas, políticos, escritores e estrelas de Hollywood. Mestres-de-cerimônia, os atores Scarlett Johansson (24) e Michael Caine (75) destacaram a importância do evento, que nesta edição contemplou o ex-presidente da Finlândia, Martti Ahtisaari (71), com o Nobel da Paz, e o escritor francês Jean-Marie Gustave Le Clézio (68), com o de Literatura, além de nomes das áreas de Medicina, Física, Química e Economia. "É um momento lindo e único, onde estão todos unidos pelo bem comum. É importante lembrar aos jovens que a paz mundial é nossa maior vitória", disse a atriz. Durante a solenidade para cerca de 1500 pessoas, o rei sueco Carl XVI Gustav (62) entregou o diploma, a medalha e o prêmio em dinheiro - 10 milhões de coroas suecas, cerca de 1,2 milhão de dólares - a cada um dos vitoriosos. Ele estava com a rainha Silvia (64), que tem ascendência brasileira, e com os filhos, os príncipes Madeleine (26), Victoria (31) e Carl Philip (29). Após a formalidade, os convidados do Estocolmo City Hall - decorado com 20000 flores vindas de San Remo, cidade italiana onde Nobel faleceu - saborearam o banquete da festa: frutos do mar e filé de vitela com vegetais. Para sobremesa, Poire Belle Hélène 2008, um doce à base de chocolate. Em seguida, todos assistiram à apresentação da Orquestra Filarmônica Real. A noite contou também com uma apresentação da diva americana Diana Ross (64). "Ela era uma das três Supremes. Agora, ela é suprema", disse Michael Caine, que introduziu o show. Em cima do palco, Diana contagiou personalidades como a atriz Claudia Cardinale (70) com músicas como I Will Survive e Stop in The Name of Love. No fim da apresentação, foi aplaudida de pé. "Vocês são uma platéia magnífica, adoro ver o rosto de cada um. Obrigada pelo carinho", agradeceu a cantora, que prestigiou o evento acompanhada dos filhos Ross Arne (21) e Evan Olay (20), do relacionamento com o norueguês Arne Naess.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!