Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Morre Wilson Fittipaldi aos 92 anos

Emerson Fittipaldi usou as redes sociais para homenagear seu pai, Wilson Fittipaldi, também conhecido como Barão, que morreu na madrugada desta segunda-feira, 11

Redação Publicado em 11/03/2013, às 09h11 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Emerson Fittipaldi publica foto no Instagram em homenagem ao pai, Wilson - Reprodução / Instagram
Emerson Fittipaldi publica foto no Instagram em homenagem ao pai, Wilson - Reprodução / Instagram

Wilson Fittipaldi, também conhecido como Barão, morreu na madrugada desta segunda-feira, 11, aos 92 anos. Pai dos ex-pilotos Emerson (66) e Wilsinho Fittipaldi (69), o ex-radialista estava internado no centro de tratamento intensivo coronariano do Hospital Copa D'Or, na zona sul do Rio de Janeiro, desde o dia 25 de fevereiro.

O enterro vai acontecer no Cemitério da Paz, no Morumbi, em São Paulo, de acordo com mensagem publicada por Emerson no Twitter. Foi também pela rede social que ele prestou sua última homenagem ao pai.

“Ontem falei no ouvido do meu pai que linda família que ele formou e que todos nós estávamos torcendo e orando para que ele melhorasse e que Deus sempre amou a nossa família e ele também. Foi nesse momento que ele, pela primeira vez e única desde que estava internado, abriu os olhos, balançou a perna, movimentou a boca, era um sinal de amor para essa família grande e querida”, escreveu Emerson. “O Brasil e o automobilismo perdeu essa pessoa que tanto amou esse esporte fantástico e que graças a ele eu entrei nesse esporte que eu amo muito para o resto da minha vida, devo tudo ao meu pai e minha mãe por terem me levado à esse esporte! Amo muito meu pai, nosso patriarca!!” (sic), concluiu.

Emerson também publicou uma foto no seu Instagram, em que aparece ao lado da mulher e do filho, abraçados com Barão. “Muita saudades meu pai querido! Obrigado por tudo que você fez para a nossa família! Te amo! Nosso patriarca foi encontrar Deus, Jesus e nossos parentes”, escreveu na legenda da imagem.

Barão marcou a história do rádio por ter sido o primeiro narrador de corridas no Brasil. Ele ainda fundou a Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA).